1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Tribunal de Berlim condena família que surrou e tentou casar jovem gay

Tribunal ordena pai e dois tios a pagar indenizações a jovem de 18 anos. Após saber da homossexualidade dele, eles o maltrataram e tentaram levá-lo para o Líbano, onde deveria se casar com uma mulher.

default

Nasser acusou os familiares de maus-tratos, rapto e tentativa de casamento forçado

Um tribunal de Moabit, em Berlim, deu ganho de causa nesta quinta-feira (12/03) a um rapaz de 18 anos que denunciou o próprio pai e dois tios por privação de liberdade e rapto de menor. Conforme sentença anunciada pela juíza responsável pelo caso, os três homens, com idades entre 36 e 43 anos, terão que pagar, cada um, 1.350 euros ao jovem, além de arcar com os custos do processo.

O jovem, de nome Nasser, acusa os familiares, de origem libanesa, de maus-tratos, rapto e tentativa de casamento forçado. Segundo o rapaz, o motivo da agressão é o fato de ele ser homossexual.

Assim que souberam que Nasser não se interessava por mulheres, seus parentes o torturaram. Ele ganhou um "banho" de gasolina do tio e levou uma surra dos pais, que ainda jogaram água fervendo sobre ele. Por fim, arranjaram-lhe uma noiva – uma moça libanesa – e queriam obrigá-lo a se casar com ela, no Líbano. Na época, ele tinha apenas 15 anos.

Nasser, que nasceu em Berlim, contou a jornalistas que procurou ajuda com as autoridades que tratam da proteção de menores de idade. Apesar de estar sob a proteção delas, o pai e os dois tios o levaram à força, de carro, para fora da Alemanha, em 10 dezembro de 2012. Dois dias depois, autoridades da fronteira com a Romênia interromperam a continuidade da viagem, que deveria ter terminado no Líbano.

Aparentemente decepcionado com a sentença, Nasser afirmou a jornalistas presentes no tribunal estar satisfeito por, pelo menos, ter conseguido levar o caso à Justiça. "Muitos não vão tão longe", disse o rapaz. Advogados dos acusados disseram que vão recomendar aos seus clientes que aceitem o veredicto.

Segundo as autoridades de Berlim, um levantou identificou ao menos 460 casos de casamento forçado na cidade em 2013. Casamento forçado é crime na Alemanha.

MSB/afp

Leia mais