1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

TransAsia começa a indenizar familiares de mortos em acidente

Empresa aérea inicia distribuição de ajuda de custo para funerais, mas novas conversas definirão total das indenizações. Pelo menos 40 pessoas morreram em queda de avião em Taiwan.

Representantes da companhia aérea TransAsia Airways encontraram-se neste domingo (08/02) com parentes das vítimas do acidente que ocorreu na semana passada, em Taiwan, para discutir indenizações. A empresa já começou a fazer repasses no valor de 38 mil dólares para ajudar a pagar os custos de funerais.

Segundo uma porta-voz da TransAsia, um novo encontro com familiares deve ocorrer na próxima quarta-feira.

Pelo menos 40 pessoas morreram depois que o avião do tipo ATR 72-600 caiu no rio Keelung poucos minutos após decolar do Aeroporto de Taipé na quarta-feira passada. Quinze das 58 pessoas a bordo foram resgatadas.

A companhia aérea informou ainda que iniciou neste sábado um programa de treinamento de seus pilotos, após o segundo acidente aéreo registrado pela empresa em apenas sete meses. A TransAsia também anunciou o cancelamento de 52 voos no início desta semana, além dos 90 que já haviam sido cancelados.

As ações da companhia ocorrem após o primeiro-ministro Mao Chi-kuo afirmar ao canal Formosa TV que Taiwan precisa melhorar sua aviação civil em termos de administração e treinamento. O premiê de Taiwan disse ainda que a prioridade agora é a busca dos três passageiros que continuam desaparecidos.

A Aviação Civil de Taiwan ordenou a todos os 71 pilotos da TransAsia que operam aviões ATR que façam testes orais sobre a operação do modelo, como parte de um programa de reciclagem, depois de terem surgido informações de que os pilotos podem ter desligado um dos motores momentos antes da queda do avião.

As investigações sobre as causas do acidente ainda estão em curso. Mas, na sexta-feira, o diretor do Conselho de Segurança da Aviação Civil de Taiwan, Thomas Wang, declarou que um dos motores do avião da TransAsia

entrou em inatividade

e o segundo foi desligado pelos pilotos, que depois tentaram, sem sucesso, religá-lo.

MSB/ap/lusa/rtr

Leia mais