1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Três vezes na história

Antes da votação proposta por Schröder, apenas três chefes de governo pediram o voto de confiança

Na história do parlamento alemão do pós-guerra, apenas três vezes o chanceler federal pediu um voto de confiança:

Em 22 de setembro de 1972, o primeiro-ministro pelo Partido Social Democrático (SPD), Willy Brandt, pediu a moção de confiança depois que um deputado dos liberais (FDP) passou para a União Democrata-Cristã (CDU), ameaçando a maioria do governo. O resultado da votação foi negativo e nas novas eleições, em 19 de novembro do mesmo ano, o SPD alcançou 45,8% dos votos.

Em 5 de fevereiro de 1982, Helmut Schmidt, também do SPD, pediu a moção de confiança atrelada a uma confirmação de sua política econômica. Schmidt teve uma resposta positiva da sua coalizão, na época formada com o FDP.

Na última vez, em 17 de dezembro de 1982, o chanceler da reunificação, Helmut Kohl, pediu o voto de confiança para provocar novas eleições, sem sucesso, pois o então presidente não as convocou, baseado em parecer da Constituição. Kohl queria eleições antecipadas para ampliar sua maioria.

  • Data 16.11.2001
  • Autoria Marco Justo Losso
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/1Ni6
  • Data 16.11.2001
  • Autoria Marco Justo Losso
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/1Ni6