1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Três riscos ameaçam recuperação econômica na zona do euro

A alta dos preços do petróleo, a baixa cotação do euro (frente ao dólar) e fortes aumentos salariais são os principais riscos para a recuperação da conjuntura econômica, no parecer da Comissão Européia. Em seu primeiro relatório trimestral sobre a zona do euro, ela reiterou a expectativa de uma recuperação paulatina da conjuntura. No segundo semestre, a taxa de crescimento poderá ser superior a 2,5%.

A baixa do euro encareceria as importações, constituindo um eventual perigo de inflação. Em fevereiro, a taxa anual de inflação na região foi de 2,5%. Além do mais, riscos políticos poderiam fazer com que os preços do petróleo dêem um salto, expôs o comissário de Economia, Pedro Solbes, na introdução. Outro fator de risco a Comissão detectou nas negociações salariais, principalmente na Alemanha. O Sindicato alemão dos Metalúrgicos, por exemplo, exige aumento de 6,5%.

Ao contrário dos Estados Unidos, a demanda interna ainda não aumentou na Europa, a ponto de incentivar a recuperação econômica. Os consumidores ainda estariam reservados por causa da alta taxa de desemprego.