1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Três dos quatro jogos do Brasil foram decepção, dizem jornais

Imprensa alemã e de outros países europeus elogia o futebol mostrado pelas equipes de Gana e da Espanha, derrotadas nas oitavas-de-final do Mundial. Aos vitoriosos Brasil e França, críticas e elogios, respectivamente.

default

Gols marcados não corresponderam ao desempenho brasileiro, assinala jornal

Alemanha

FAZ.net (Frankfurter Allgemeine Zeitung online): Gana joga bem e perde. Brasil decepciona, mas ganha mesmo assim

"O recordista em títulos mundiais deu fim à jornada de sonho das 'estrelas negras', mas mais uma vez não mostrou competência que faça jus a mais um título. Sem brilho e sem glória, a equipe de estrelas conquistou a vaga às quartas com um placar muito alto para seu real desempenho."

Bild Zeitung online: Ronaldo, novo recordista

"O que será que está acontecendo com o Brasil? Em quatro jogos, três decepções! Até agora, eles mostraram cenas de encanto apenas no jogo contra o Japão. Apesar disso, ganham as partidas! [...] Dois gols foram marcados pelos artilheiros "arredondados pesos-pesados" Ronaldo (90,5 kg) e Adriano (86 kg).

Com a saída de Gana, a última equipe africana deixa a competição. Pena! Pois Gana na terça-feira ao menos jogou à altura do adversário. O Brasil teve de ouvir vaias, enquanto os torcedores alemães incentivavam os africanos."

Kölner Stadt Anzeiger: Jogo desinteressante dos intocáveis

"O sorriso de Ratomir Dujkovic é difícil de interpretar, pois a mímica de troça do sérvio não combina com o clima pós-eliminação. "O Brasil é imbatível. O Brasil é inclusive intocável!, disse o treinador ganês de forma irônica."

Sobre a França, o jornal, publicado em Colônia, titulou: Os velhos mestres ainda vivem

Espanha

Marca: Para casa. O sonho acabou

"Desta vez não conseguimos nem alcançar as quartas e estamos voltando para casa – como de costume. A França impôs sua grande experiência e deixou a Espanha presa num esquema tático que não incendiou e com o qual não jogou seu melhor futebol."

As: Foi bom enquanto durou

"Será que somos assim, será que há algo contra nós que nos impede de superar estes momentos críticos, algo que deve ser compensado com alguma coisa que não me ocorre no momento? A má sorte, por pior que seja, tem um lado positivo. O ruim é que neste caso não há presente que compense a tristeza."

El Mundo : Profunda dor espanhola consumada nos minutos finais da partida

"A Espanha voltou a cair, vítima de seu histórico em Mundiais, em um dia especial para Franck Ribéry e Zinedine Zidane, que se utilizaram de experiência e talento para o triunfo."

El Pais : Espanha eliminada

"Acabou mal o delicioso conto dos vermelhos. Assim que chegaram a uma partida de verdade, empalideceram e apareceu a seleção espanhola de sempre, a que sofre irremediavelmente nos grandes torneios, vítima de sua própria fatalidade, incapaz de competir com as grandes equipes, independentemente de jogar com 'fúria' ou praticar futebol. À Espanha faltaram jogo e jogadores numa partida exigente."

França

Le Parisien: Gigante! Desta vez realmente vimos os Les Bleus

"Eles conseguiram! Com coragem e um certo talento, os Les Bleus superaram o obstáculo espanhol. Ganharam o direito de desafiar o Brasil, no sábado, para uma formidável reprise da final de 12 de julho de 1998."

Liberation: Nós estamos lá de novo. Pode repetir-se o épico de 1998?

"Rapidamente envolvidos pelo gol de pênalti de Villa, os Les Blues arrancaram a classificação graças a ataques geniais de Ribéry, uma cabeçada de Vieira e um chute certeiro de Zidane."

Inglaterra

Sobre França 3 x 1 Espanha:

The Guardian: França avança para enfrentar o Brasil

"Os Les Bleus renasceram. Um time que começou a competição cambaleando chegou às quartas. A Espanha, tão autoconfiante e cheia de si, foi derrubada. A reação de choque dos espanhóis comprova o fato de que sabiam precisamente o que os atingiu."

The Sun: Patrick Vieira afundou a armada espanhola com o segundo gol francês

"O gol aos 38 minutos do segundo tempo veio depois que o atacante Thierry Henry ganhou um pênalti em um lance polêmico."

Sobre Brasil 3 x 0 Gana

The Guardian: Ronaldo lidera tabela enquanto Brasil continua

"Com Ronaldo se tornando o recordista de gols em Copa, Adriano marcando e o Brasil alcançando as quartas com 'lençóis limpos', pode parecer que foi uma tarde perfeita para os defensores do título. Mas não foi. A performance dos brasileiros foi mais proficiente do que espetacular. Uma equipe muito melhor constituída do que a de Gana deveria, ao menos, ter mostrado mais."

The Sun: Brasil 3 x 0 Gana

"Ronaldo quebrou o recorde de gols em Copa do Mundo, mas o Brasil suou mais do que brilhou para chegar ao confronto contra a França. Foi mais uma performance do Brasil em que ficou a pergunta: estão jogando como um time, levando um tempo para alcançar a melhor forma, ou estão sendo simplesmente superestimados?"

Leia mais