1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Torcida lota Vila Madalena para ver vitória do Brasil sobre a Colômbia

Dezenas de milhares foram ao bairro boêmio de São Paulo para assistir à passagem da Seleção para as semifinais. Nas ruas e bares, todos confiavam na vitória da equipe canarinho. Não faltou animação e nem azaração.

O clima de festa tomou conta das ruas e bares de Vila Madalena, em São Paulo. Dezenas de milhares de pessoas foram ao bairro boêmio nesta sexta-feira (04/07) para assistir à vitória do Brasil sobre a Colômbia e a passagem da Seleção às semifinais da Copa do Mundo. Durante o jogo, um pouco de nervosismo. Mas depois do segundo gol, muita confiança na vitória.

Nas ruas, muitas pessoas estavam de pé e de olho em telões e televisores dentro de bares, sendo que muitos organizaram um esquema de consumação livre, mediante pagamento de valor fixo. De longe, era possível ver uma multidão com as cores verde e amarelo e, ainda, muitos adereços nas cores da bandeira brasileira. Artistas de rua e músicos ajudaram a aumentar a animação no local.

Carol Zago foi pela segunda vez com as amigas para assistir a um jogo do Brasil. Ela ressaltou que a animação do local é muito boa e, além disso, é possível conhecer muitas pessoas. As amigas dela disseram que não vão só pela paquera, mas uma denunciou que duas delas já "ficaram" com alguns meninos durante as festas no local.

Fußball WM 2014 Brasilien - Kolumbien Public Viewing

Karen Abreu e Moacir Zutelli pagaram 70 reais de consumação mínima em troca do conforto

"Todo mundo vem pela multidão. É mais legal ver aqui, a comemoração é muito melhor. Deixa de ser um jogo só pela televisão", diz Zago. "O ambiente é tranquilo e seguro."

Moacir Zutelli e Karen Abreu decidiram ver o jogo dentro de um bar. Eles pagaram 70 reais de consumação mínima. "É melhor do que ver em casa, porque tem o clima da Vila Madalena. Há uma confraternização, e você compartilha a alegria com mais gente", disse Abreu.

Zutelli afirmou que dentro do bar é possível ter mais conforto. "Lá fora, você não consegue ver o jogo, nem sempre tem TV. Aqui podemos pedir comida e bebida, além de ter banheiros e segurança."

Já Clayton Lima Soares e Rafael Silva acompanharam todos os jogos da Seleção na Vila Madalena. Soares, que mora próximo ao estádio do Itaquerão, faz questão de ir ao bairro boêmio da Zona Oeste. Ele disse que o bairro é o melhor lugar para conhecer pessoas e, também, tentar curtir o jogo, já que o movimento nas ruas e nos bares é muito grande.

"É uma grande micareta. Eu nem consigo ver direito o jogo, fico o tempo todo xavecando. Perdi a conta com quantas eu fiquei da última vez", afirmou.

Festa colombiana no Goethe

Na Vila Madalena não foram vistos grandes grupos de torcedores colombianos usando camisas e adereços nas cores de seu país. Em contrapartida, uma grande comunidade lotou o Instituto Goethe, em São Paulo, para acompanhar o duelo. Antes do jogo, porém, muitos colombianos tinham a expectativa de que a seleção de seu país fosse passar pelo Brasil.

Fußball WM 2014 Brasilien - Kolumbien Public Viewing

Colombiano Pedro Verjan: mais de 200 arepas vendidas antes do início do jogo

O colombiano Pedro Verjan, de 23 anos, foi ao Brasil para trabalhar durante a Copa. Ele, que trabalha num restaurante colombiano próximo ao Instituto Goethe, ajudou a montar a barraquinha na porta do instituto para vender arepas, uma comida típica daquele país. "O jogo ainda nem começou e vendemos mais de 200 arepas."

A família de Elisabeth López, de 21 anos, veio em peso da Colômbia para assistir a Copa no Brasil. A estudante de gastronomia recebeu 15 parentes em sua casa em São Paulo, onde mora há mais de um ano. Antes do jogo, a colombiana, porém, estava confiante na vitória de sua seleção.

"A Colômbia tem jogado super bem. Mesmo que sejam eliminados pelo Brasil, os jogadores serão recebidos como heróis na Colômbia", afirmou.

Leia mais