1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Futebol

Torcedor que jogou banana em Daniel Alves pode pegar até 3 anos de prisão

Acusado de incitação ao racismo, jovem de 26 anos foi banido para sempre do estádio do Villarreal. Lateral da seleção brasileira diz que detenção é pouco.

A polícia espanhola anunciou nesta quarta-feira (30/04) a prisão do torcedor do Villarreal que jogou uma banana em Daniel Alves durante jogo contra o Barcelona no último domingo. Trata-se de David Campayo Lleo, de 26 anos, que também seria ligado ao clube. Ele poderá ser condenado a até três anos de prisão pela acusação de crimes contra os direitos fundamentais e liberdades civis.

As imagens de Daniel pegando a banana e dando uma mordida na fruta, durante uma partida do Campeonato Espanhol, ganharam o mundo. A atitude do jogador gerou uma enorme campanha de solidariedade nas redes sociais entre anônimos e personalidades.

Preso na terça-feira (29/04), mas logo liberado, Campayo Lleo terá de comparecer perante um juiz em uma data a ser determinada, segundo um porta-voz da polícia. O Villarreal não negou ou confirmou a relação de Campayo Lleo com o clube, quando questionado pela agência de notícias AP sobre a autenticidade da informação.

O clube anunciou que proibiu Campayo Lleo de entrar no estádio do time, o El Madrigal, pelo resto da vida. Daniel Alves, que já havia criticado anteriormente o nível de racismo na Espanha, disse, após o incidente, que a medida não era suficiente.

“Se eu pudesse, colocaria a foto desse torcedor na internet para que ele passasse vergonha“, disse o lateral-direito da seleção brasileira. O jogador criticou ainda o racismo contra estrangeiros no país: “A Espanha se vende como um país de primeiro mundo, mas algumas coisas são muito atrasadas.”

Fernando Roig, presidente do Villarreal, disse que se reunirá com torcedores do time para assegurar que esse tipo de comportamento não se repita.

RCC/rtr/ap

Leia mais