1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Futurando!

TOP 5 – Cinco novos planetas anunciados em 2012

Na procura por um planeta semelhante à Terra, novos astros são descobertos com frequência. No ano passado, foram descobertos 50 novos planetas apenas com o uso de telescópio. Saiba os cinco últimos planetas descobertos.

1. Um planeta no sistema de Alfa Centauro 

Um planeta com massa semelhante à da Terra e que circunda uma estrela como o Sol. Cientistas comemoram a descoberta que pode levar a um sistema com planetas semelhantes ao nosso. No entanto, este astro está próximo a Alfa Centauro e é muito mais quente do que a Terra. Esse é o planeta mais leve já encontrado próximo a uma estrela como o Sol.

O planeta foi encontrado pelo Observatório do Extremo Sul (ESO), no Chile, por meio do telescópio HARPS. A descoberta foi divulgada no dia 16 de outubro de 2012. Desde 1995, foram encontrados mais de 800 exoplanetas, planetas que circundam uma estrela que não seja o Sol, mas todos eles eram muito maiores do que a Terra. Para pesquisadores da NASA, este é um grande passo rumo à descoberta de um gêmeo da Terra.

2. PH1 – O planeta de quatro sóis

Um grande planeta, descoberto por voluntários do projeto Planet Hunters (Caçadores de planetas). Um esforço de amadores e cientistas em busca de novos astros. O PH1, um gigante gasoso, seis vezes maior do que a Terra, circunda duas estrelas que são orbitadas por outro par de estrelas.

Este é o primeiro sistema planetário constituído desta forma, por quatro sóis. O fenômeno é chamado de "planeta circumbinário em um sistema de quatro estrelas". A descoberta foi anunciada em outubro de 2012. A órbita do PH1 dura 137 dias e o planeta fica cerca de 5 mil anos-luz da Terra.

Kepler-47 orbita dois sóis.

Kepler-47 orbita dois sóis

3. O sistema multiplanetário "Kepler-47"

Em agosto de 2012, um novo planeta foi anunciado por cientistas da Universidade Estadual de San Diego, nos Estados Unidos, uma descoberta com o telescópio Kepler. O Kepler-47, como foi chamado, é o primeiro sistema multiplanetário que orbita ao redor de dois sóis. Um dos planetas encontrado tem o diâmetro três vezes maior que a Terra e demora 49 dias para orbitar os dois sóis.

Já o outro faz essa órbita em 303 dias, numa zona habitável e cientistas desconfiam que possa haver água em sua superfície. Pesquisadores afirmam que muitas estrelas que pertencem a um sistema multiestelar orbitam umas as outras. No entanto não se sabia se também planetas faziam parte desse sistema. Com a descoberta do Kepler-47, foi provado que planetas podem, sim, existir nesses sistemas.

4. Planeta GJ 667Cc – a Super-Terra

Um planeta fora do sistema solar, mas com condições semelhantes às da Terra. O GJ 667Cc fica numa zona habitável, ou seja, a distância até seu sol permite que a água permaneça em estado líquido e as temperaturas são amenas. A descoberta mostra que existem planetas habitáveis também em outros sistemas solares. O planeta é rochoso e é 4,5 vezes maior do que a Terra. A órbita em torno de sua estrela dura 28 dias. O planeta, chamado também de Super-Terra, está a 22 anos-luz do nosso planeta e sua descoberta foi anunciada em fevereiro de 2012.

O planeta GJ 1214b tem mais água e menos rochas do que a Terra

O planeta GJ 1214b tem mais água e menos rochas do que a Terra

5. Planeta GJ 1214b – o planeta água

O planeta foi descoberto em 2009, mas só em 2012 cientistas conseguiram comprovar dados importantes sobre o astro. O GJ 1214b tem 2,7 vezes o diâmetro da Terra e uma atmosfera composta de vapor de água. Os pesquisadores utilizaram o telescópio espacial Hubble para realizar a descoberta. A equipe usou uma câmera infravermelha do telescópio para avaliar a camada de vapor. Cientistas estimam que a temperatura do planeta seja de 230 graus Celsius. Cálculos mostram que o GJ 1214b tem mais água do que a Terra.