Tiroteio em Frankfurt pode ter motivação terrorista | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 03.03.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Tiroteio em Frankfurt pode ter motivação terrorista

Procuradoria Geral da República assume investigações de atentado contra soldados norte-americanos no Aeroporto Internacional de Frankfurt. Cresce suspeita de motivos terroristas no caso.

default

Segurança redobrada no maior aeroporto da Alemanha

Guido Steinberg, especialista em terrorismo do Instituto Alemão de Assuntos Internacionais e de Segurança, vê "fortes indícios" de que o atentado que deixou um saldo de dois mortos e dois feridos no Aeroporto Internacional de Frankfurt, na quarta-feira (02/03), tenha sido executado por razões terroristas. O ataque foi praticado por um cidadão de origem kosovar, crescido em Frankfurt, suspeito de manter contatos estreitos com grupos fundamentalistas, afirma Steinberg.

Segundo o especialista, o perfil do acusado no Facebook remete a tais ligações. O acusado, Arid U., de 21 anos, foi detido imediatamente, tendo confessado, já nos primeiros depoimentos, a autoria do crime. Até agora, no entanto, não se tem conhecimento de nenhuma organização terrorista que pudesse estar por trás do atentado.

Postura antiamericana

O jovem matou a tiros dois soldados norte-americanos no aeroporto de Frankfurt e feriu mais dois, que se encontram hospitalizados correndo perigo de vida. Uma das duas vítimas exercia a função de motorista do ônibus que se encontrava a caminho da base aérea norte-americana de Ramstein, no estado alemão da Renânia do Norte-Palatinado. Dali, os soldados deveriam seguir para uma missão no Iraque ou no Afeganistão.

Attentat auf US Soldaten Frankfurt

Veículo transporta corpos de soldados mortos no tiroteio

Um dos indícios apontados por Steinberg é o fato de as vítimas terem sido dois soldados norte-americanos. Para o especialista, os fundamentalistas islâmicos que vivem na Alemanha caracterizam-se especialmente por uma postura antiamericana.

O chamado Grupo de Sauerland, por exemplo, que arquitetou em setembro de 2007 atentados em território alemão, tinha em mira sobretudo instituições norte-americanas no país. Os mentores do ataque, que não chegou a ser realizado por ter sido desbaratado a tempo pela polícia, foram condenados a 12 anos de prisão.

Paralelos com outros casos

Steinberg observa que, caso a hipótese se confirme, os dois soldados norte-americanos mortos no aeroporto de Frankfurt terão sido as primeiras vítimas de terrorismo islâmico na Alemanha. O ataque, de acordo com o especialista, apresenta paralelos com outros praticados por indivíduos indiretamente ligados a grupos ou milícias. Um exemplo é o caso de um psiquiatra das Forças Armadas que matou 13 pessoas e feriu 29 no Texas, em novembro de 2009.

O culpado, na época com 39 anos, mantinha ligações com um imã radical, que o definiu como "herói" depois do atentado. O atual caso em Frankfurt pode ser "o equivalente alemão", compara Steinberg.

Segurança máxima no aeroporto

Deutschland Generalbundesanwalt Monika Harms

Procuradora Monika Harms: 'indícios'

A Procuradoria Geral da República assumiu o caso, uma vez que pairam suspeitas de que o crime tenha sido cometido por motivos políticos. A procuradora Monika Harms declarou que, "dadas as circunstâncias do caso, suspeita-se tratar-se de um atentado de motivação islâmica". Harms agendou para esta sexta-feira (04/03) uma entrevista coletiva à imprensa, a fim de elucidar detalhes do caso para a opinião pública.

A polícia de Frankfurt aumentou a segurança no aeroporto internacional da cidade, o maior da Alemanha, com maior presença de policiais uniformizados e à paisana em todos os terminais de acesso público, afirmou Armin Thiel, porta-voz da polícia no aeroporto. Desde o atentado da última quarta-feira, os policiais que patrulham a área passaram a usar coletes salva-vidas em suas rondas.

SV/afp/dpa/rtr
Revisão: Augusto Valente

Leia mais