1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

TI com melhores perspectivas

Boas notícias, ao iniciar-se a feira de computadores e internet Systems, em Munique: o setor de tecnologia da informação e telecomunicações conta com um aquecimento dos negócios e maior faturamento em 2004.

default

Feira Systems, em Munique

Na Europa Ocidental, o faturamento deve aumentar em torno de 3% para 609 bilhões de euros, segundo a BITKOM (Federação das Empresas Alemãs de Tecnologia da Informação, Telecomunicações e Novas Mídias). Neste ano, o aumento será de 1% (590 bilhões de euros), informou Bernhard Rohleder, diretor-gerente da federação, em Munique, por ocasião da abertura da Systems. A feira especializada é dedicada ao business-to-business (b2b), centrando-se em software, redes e aplicativos para uso empresarial.

Expositores voltam com balancetes positivos

As boas novas de uma guinada no setor pegaram muitas empresas alemãs desprevenidas. Devido ao pessimismo reinante até há pouco quanto à conjuntura, muitas cancelaram sua participação na Systems, informou o gerente da feira, Klaus Dittrich. Este ano compareceram 1300 expositores, 300 a menos do que em 2002.

O balanço promissor de várias empresas líderes do setor, porém, provocou agitação entre quem havia desistido. A líder alemã e européia de software, SAP, por exemplo, registrou um salto de 25% nos seus lucros no terceiro trimestre. A IBM aumentou seu faturamento em 700 milhões de dólares e pretende contratar 10 mil novos funcionários. A Nokia, maior fabricante de celulares, vendeu 23% a mais, e o fabricante de computadores Apple anunciou o trimestre com o maior faturamento dos últimos três anos. Diante disso, cerca de 150 firmas voltaram atrás e decidiram marcar presença com um estande em Munique. O setor da Systems que mais cresceu foi o de segurança na rede.

Os destaques da feira:

  • programas de e-business com base no sistema operacional Linux
  • as chances da comunicação sem fio por meio de redes de rádio e da tecnologia UMTS (Universal Mobile Telecommunications System)
  • técnicas de segurança na rede
  • aplicativos de banda larga
  • redes de processos administrativos integrados
  • a ampliação da União Européia com o ingresso de novos membros e as perspectivas que ela abre para o setor.

    Paralelamente à Systems acontece também a feira Internet World . Com 150 expositores, ela se realiza pela primeira vez em Munique. Golpeada pela onda de falências do setor, ela virou as costas a Berlim, onde teve que ser cancelada em junho por falta de interesse.

    Celulares com câmera superam câmeras digitais

    Os serviços móveis via celular continuam sendo o mercado que mais cresce na parte das telecomunicações. Os celulares com câmera fotográfica são um exemplo disso. Somente no primeiro semestre foram vendidos 25 milhões desses aparelhos em todo o mundo, número que superou, pela primeira vez, o de câmeras digitais. E as vendas florescem: no fim do ano, acredita-se que a metade dos celulares vendidos na Alemanha terá uma câmera embutida.

    A tecnologia UMTS para celulares da terceira geração está pronta, segundo os especialistas, mas os respectivos aparelhos ainda não estão disponíveis. Ele permitirá a transmissão de mais informações a alta velocidade. Videocall de celular a celular, por exemplo. Durante o telefonema, são transmitidas imagens em tempo real - isto é, uma verdadeira videoconferência. Em Munique, pode-se ver como isso funcionará no futuro.

    Placas e nova versão do Office

    Já a Vodafone apresenta uma nova placa para laptop. "Com essa placa se pode checar e-mails ou trabalhar na intranet da firma mesmo estando em outro lugar, e a uma velocidade seis vezes maior do que com a tecnologia ISDN/RDSI (rede digital de serviços integrados)", diz Heiko Witzke, da empresa britânica.

    A Microsoft lançou seu Office System 2003, com filtro contra spam, com o qual pretende ampliar seu domínio nesse setor. Pela primeira vez em sua história, a gigante americana irá introduzir de uma vez 16 produtos no mercado alemão. A número um da software também está confiante nas perspectivas do setor. "Já atingimos o fundo do poço, de agora em diante será melhor", disse Wolfgang Ebermann, da diretoria alemã.

    Na Alemanha, conta-se com um aumento entre 2% e 3% dos gastos em tecnologia da informação e telecomunicações em 2004, o que elevaria o faturamento para 134 bilhões de euros, segundo Willi Berchtold, presidente da BITKOM. Para 2005, ele espera até 5% de aumento, o que contribuirá para dar impulso à conjuntura.

  • Leia mais