ThyssenKrupp anuncia venda da CSA | Notícias e análises sobre a economia brasileira e mundial | DW | 22.02.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

ThyssenKrupp anuncia venda da CSA

Siderúrgica alemã encontra comprador para deficitária unidade brasileira e declara encerrado "capítulo América", que, segundo números próprios, deu 8 bilhões de euros de prejuízo.

Vista geral da CSA, unidade da ThyssenKrupp no Rio de Janeiro

Venda da CSA para conglomerado argentino ainda necessita de aprovação de autoridades antitruste

O grupo industrial alemão ThyssenKrupp anunciou nesta quarta-feira (22/02) que conseguiu encontrar um comprador para sua siderúrgica no Rio de Janeiro, a CSA (Companhia Siderúrgica do Atlântico).

Segundo a ThyssenKrupp, o conglomerado argentino Ternium pagará 1,5 bilhão de euros pela CSA, incluindo uma dívida de 300 milhões com o BNDES. Com isso, o "deficitário capítulo América" está fechado, e um "importante marco na reestruturação" da empresa teria sido alcançado.

A siderúrgica alemã espera reduzir seu endividamento com a venda da CSA. Mesmo descontados os valores recebidos pela venda da CSA e da usina no estado americano do Alabama, o prejuízo causado pelo "capítulo América" chega a 8 bilhões de euros, comunicou a ThyssenKrupp.

Ainda segundo a ThyssenKrupp, a negociação necessita de aprovação de autoridades antitruste e deverá estar concluída em setembro.

Há anos, a ThyssenKrupp procurava um comprador para a CSA, que era deficitária. Em 2014, o conglomerado alemão já havia vendido a usina siderúrgica do Alabama, que também dava prejuízo.

AS/afp/ots

 

Leia mais