1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

The Bobs homenageia blogueiro saudita

Preso por denunciar abusos na Arábia Saudita, Raif Badawi recebe simbolicamente prêmio na categoria "Liberdade de Expressão". Outros três ativistas são distinguidos.

default

Diretor-geral Limbourg, apresentador Jaafar Abdul-Karim e Jochen Wegner. Ao fundo, o blogueiro Raif Badawi

A entrega do prêmio Freedom of Speech (Liberdade de Expressão) nesta terça-feira (23/06), concedido pelo júri do The Bobs, foi marcado por uma homenagem ao blogueiro saudita Raif Badawi. Ao anunciar o nome do vencedor da categoria, o chefe de redação do site alemão Zeit Online, Jochen Wegner, destacou que este é o "mais importante prêmio" já entregue pelo The Bobs.

"E é seguramente também um dos mais tristes, pois Raif Badawi não pode estar entre nós", lembrou Wegner. O ativista de 31 anos, militante pela liberdade de expressão em seu país, encontra-se preso na Arábia Saudita. Em maio de 2014, ele foi condenado pela Justiça do país a mil chibatadas, dez anos de prisão e a uma multa de cerca de 200 mil euros.

Badawi é acusado de iniciar uma página online que "insulta os valores islâmicos e dissemina ideias liberais". Em seu site Liberais sauditas livres, o blogueiro aponta abusos políticos e sociais na Arábia Saudita.

Esta foi a primeira vez que a DW concedeu o prêmio Freedom of Speech. A entrega simbólica da distinção acabou não contando com a presença da esposa de Badawi, Ensaf Haidar, como inicialmente previsto, devido a dificuldades da viagem até a cidade de Bonn, sede da DW. Ela está exilada no Canadá com os três filhos do casal desde 2013.

Numa mensagem gravada em vídeo, Haidar, de 36 anos, agradeceu pelo prêmio dado ao marido. "Este é um grande dia para todos que lutam pela liberdade de expressão", afirmou. Ela ainda fez um apelo para que a comunidade internacional não se esqueça do ativista. "O destino de Raif e dos nossos filhos está nas mãos de vocês."

Raif Badawi und Ensaf Haidar

O blogueiro Raif Badawi e a esposa, Ensaf Haidar: luta pela liberdade de expressão

Ao entregar o prêmio, Wegner destacou que Badawi é um defensor não apenas da liberdade de comunicação, mas também do secularismo e da separação entre religião e Estado. Segundo o jornalista, o blogueiro, que denunciou "relações absurdas e esquizofrênicas" na Arábia Saudita, é ainda um modelo a ser seguido.

"Espero que ele possa receber este prêmio em breve com as mãos livres", afirmou Wegner.

O diretor-geral da DW, Peter Limbourg, disse esperar que a premiação possa chamar ainda mais a atenção global para o caso Badawi e ajudar a elevar a pressão sobre as autoridades sauditas pela libertação do blogueiro.

Mudança social

Na cerimônia também foram entregues premiações em outras categorias. A blogueira Rafida Bonya Ahmed recebeu o prêmio da categoria "Mudança Social" pelo site bengalês Bonya's Blog. Após a trágica morte de seu marido, Avijit Roy, há quatro meses, ela deu continuidade ao movimento em favor do secularismo e da ciência no mundo virtual, mesmo correndo riscos. Roy escrevia para o blog Mukto Mona, criado com um grupo de ativistas para tratar dos temas.

"Meu marido estaria muito feliz se estivesse aqui hoje", afirmou Ahmed. Conhecido pela postura crítica que assumiu frente ao fundamentalismo religioso, Roy foi atacado e morto por desconhecidos em Dacca, em 26 de fevereiro.

GMF 2015 The Bobs Awards Ceremony

A blogueira Rafida Bonya Ahmed recebe prêmio na categoria "Mudança Social"

Na categoria "Privacidade e Segurança", o vencedor foi site mexicano Rancho Eletrônico, que promove debates sobre segurança na web e internet aberta e livre. Os blogueiros também organizam workshops e eventos que possibilitam o contato direto com usuários e a formação de uma comunidade.

Já na categoria "Artes & Mídia" o prêmio foi para o projeto online Zaytou, the little refugee (Zaytou, o pequeno refugiado). Trata-se de um jogo onde o usuário assume o papel de um menino palestino que procura um novo abrigo depois que o campo de refugiados de Yarmouk, ao sul de Damasco, foi destruído pelo regime sírio.

O prêmio foi entregue nesta terça-feira por um integrante da equipe criadora do projeto, que pediu para não ser identificado por medo de represálias. "Queremos que as histórias das pessoas que sofrem sejam contadas."

Os vencedores do The Bobs haviam sido anunciados no mês passado pelo júri, e a premiação ocorreu nesta terça-feira, dentro da programação do Global Media Forum, conferência promovida pela DW em Bonn.

MSB/dw

Leia mais