1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Teste de saúde financeira reprova 25 bancos europeus

Quase metade destas instituições, porém, conseguiu reforçar capital nos meses posteriores ao período analisado. No maior teste já feito no setor bancário, Itália foi o país com maior número de bancos reprovados: nove.

Um total de 25 bancos da zona do euro não conseguiu passar nas provas de insolvência realizadas com o objetivo de restaurar a confiança no setor bancário, comunicou o Banco Central Europeu (BCE) neste domingo (26/10) em Frankfurt. Destes 25, nove são bancos italianos. Apenas uma das 24 instituições bancárias alemãs testadas foi reprovada.

Nos exames dos balanços de 2013 e nos testes de estresse efetuados pelo BCE e pela Autoridade Bancária Europeia em 130 instituições bancárias europeias, foi detectado um déficit de capital total de 25 bilhões de euros.

Entretanto, quase a metade dos 25 institutos reprovados conseguiu melhorar sua provisão de capital nos meses passados. Segundo o BCE, 12 das 25 entidades conseguiram aumentar seu capital em um total de 15 bilhões de euros, nos meses posteriores ao período dos balanços analisados. Entre elas está o Münchner Hypothekenbank, único banco alemão reprovado.

Prazo para se recapitalizar

Já os 13 bancos restantes terão duas semanas para enviar aos supervisores europeus um plano de recapitalização e um prazo entre seis e nove meses para implementá-lo.

O BCE analisou os balanços até o final de 2013 e mediu a resistência dos bancos em cenários econômicos extremos para avaliar se estes necessitam ampliar seu capital para enfrentar eventuais crises, como a provocada pelo colapso do banco de investimentos americano Lehman Brother, há seis anos. Este foi o mais amplo teste do sistema bancário europeu já realizado até hoje.

A Itália foi o país com mais bancos reprovados: nove. O Chipre e a Grécia tiveram, cada um, três bancos que não passaram no teste, enquanto Bélgica e Eslovênia, dois, cada. Portugal teve apenas um banco reprovado.

Os testes são um passo prévio antes de o BCE assumir, em 4 de novembro, seu papel de Supervisor Bancário Europeu, com controle direto sobre as 120 maiores entidades bancárias europeias.

MD/rtr/dpa

Leia mais