1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Terremoto mata pelo menos 175 pessoas em região montanhosa da China

Segundo agência de notícias chinesa, ao menos 175 pessoas perderam a vida e 180 estão desaparecidas após abalo sísmico. Província de Yunnan, no sul do país, foi a mais afetada. Tremor chegou a 6,1 de magnitude.

Um forte terremoto de magnitude 6,1 deixou pelo menos 175 mortos, 180 pessoas desaparecidas e mais de 1,4 mil feridos neste domingo (03/08) na área da província de Yunnan, região montanhosa no sudoeste da China. Segundo a agência oficial de notícias Xinhua, o epicentro foi na cidade de Longtoushan, no distrito de Ludian, onde vivem cerca de 266 mil pessoas.

O tremor de terra ocorreu às 16h30 (hora local) e seu epicentro foi registrado a 10 quilômetros de profundidade, segundo o Instituto de Pesquisa Geológica dos EUA (USGS). Segundo a mídia chinesa, os abalos foram sentidos com mais intensidade em Yunnan, mas também nas províncias vizinhas de Guizhou e Sichuan.

Sistemas de comunicação foram seriamente afetados. Diversas equipes de resgate dirigiram-se para o local da tragédia. Imagens publicadas na internet mostram pessoas sendo retiradas dos escombros e carros destruídos sob prédios desabados. "O tremor provocou queda e danos em numerosos edifícios, particularmente nas construções antigas", informou a Xinhua.

O governo enviou 2 mil barracas, 3 mil camas de campanha, 3 mil mantas e 3 mil casacos para atender os desabrigados no local do desastre, para onde estão previstas fortes chuvas nos próximos dias, o que poderá dificultar ainda mais a situação das vítimas.

A região montanhosa entre as províncias de Yunnan, Sichuan e Guizhou, é de difícil acesso e já viveu graves episódios sísmicos nas últimas décadas. Em Sichuan, uma das províncias mais populosas da China, registrou-se em maio de 2008 um tremor de magnitude 8,0, que matou cerca de 70 mil pessoas.

MSB/lusa/rtr

Leia mais