TERREMOTO ARRASA O HAITI | Escreva sua opinião, comentários, críticas ou sugestões | DW | 16.01.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Sua Opinião

TERREMOTO ARRASA O HAITI

Terremoto no Haiti e ajuda internacional, a morte de Miep Gies, marcos alemães que ainda não foram trocados e escaneadores de corpo foram os temas comentados por nossos usuários esta semana.

default

É importantíssimo que todos os países que têm condições ajudem o Haiti. O país é pobre e não tem possibilidade de reconstruir uma infraestrutura básica sem ajuda de terceiros. Diante de uma catástrofe como essa, todos devem se unir e ajudar no que for possível.
Francisco Almeida

Só mesmo acontecendo uma desgraça dessas para que os países ricos olhem para o Haiti. Já há muito esse país está enterrado na miséria e assolado por crises, conflitos e instabilidade política. Agora depois dessa tragédia, o caos é completo.
Maria Helena Silva

Assim como nos Estados Unidos da América, Grã-Bretanha, Alemanha e outros países têm força de segurança que ajudam em catástrofes, é importante que o Brasil também coloque à disposição de outros países, entre os quais o Haiti, sua força de segurança.
Nilton Avelino Boeri

Foi necessário um terremoto para sacudir a comunidade internacional a ampliar o auxílio ao Haiti, algo que demonstra o quanto é possível ser feito em favor dos desfavorecidos, se houver a vontade de fazê-lo. Que a ampliação da solidariedade entre os povos não ocorra apenas em caso de tragédias, que a busca por um mundo melhor, com menos injustiças sociais, seja mais presente entre as nações.
Renato Wieser

Morei na Alemanha por 2,5 anos e pude constatar a generosidade do povo e de suas organizações, por isso estranho que seja divulgada uma ajuda de 1,5 milhão de euros, frente aos estragos ocorridos. Mais sensata é a proposta de coordenação dos esforços.
Carlos Roberto Lopes

MORRE AUSTRÍACA QUE SALVOU DIÁRIOS DE ANNE FRANK

Sim, o empenho pessoal pode ser político, mas – como no caso de Miep Gies e muitos outros em muitas outras circunstâncias – esse empenho vai além, atinge a esfera moral e humana, atende aos princípios superiores que regem a vida; alcançam o belo e o bem.
João Gualberto Pinheiro Junior

Pessoas como a Sra. Miep Gies são um exemplo que devemos seguir. Afinal, não faltam injustiças, nem ditaduras, nem pessoas sofrendo perseguições neste mundo moderno.
Patricia Barros

BILHÕES DE MARCOS AINDA NÃO FORAM TROCADOS

Este fenômeno, eu entendo a partir da realidade monetária brasileira. Eu cresci, durante um tempo em que a inflação foi inusitada. Cada brasileiro sabe o quanto perdeu em cada troca de moeda. O nome de nossa moeda trocou nove vezes do ano de 1942 até 1994: réis, cruzeiro, cruzeiro novo, cruzeiro, cruzado, cruzado novo, cruzeiro, cruzeiro real e real.
Foram muitas trocas e para os numismáticos foram cédulas e moedas a não acabar mais. Mas sempre houve um dado que fez com que o dinheiro passado fosse eliminado. Sempre existiu um prazo e depois disto não tinha mais valor. Quem ganhou com isto certamente foi o Banco Central, mas não existe outra maneira.
Para o dinheiro alemão, o único meio seria de marcar uma data para troca e depois disto serviria só para os colecionadores. Eu acredito que existam muito mais marcos dos 30% citados no artigo que estão espalhados pelo mundo, por isso enfrentando dificuldade de troca. A Alemanha tem muitos trabalhadores estrangeiros que retornaram para seus países e levaram marcos de recordação.
Milhares de turistas que levaram marcos e presentearam aos colecionadores e assim por diante. A presença de militares americanos, franceses e suas famílias por muitos anos em bases militares contribuiu para isso. Certamente levaram de volta muitos marcos de recordação.
Odalberto Domingos Casonatto

CONTROVÉRSIA QUANTO AOS ESCANEADORES DE CORPO CONTINUA

Que me desculpem os defensores da privacidade, mas a segurança do cidadão é mais importante. Os bandidos estão cada vez mais equipados!
João Malanconi

Quando se trata de segurança, a privacidade deve ficar em segundo plano. Esse puritanismo exagerado é ridículo!
Daniel Farias

Sou contra o uso de escaneadores de corpo nos aeroportos. Os supostos terroristas também são pessoas inteligentes e procuram criar explosivos ou armas tão discretas capazes de não serem detectadas neste escaneadores. E porque o homem é imperfeito, nada pode criar que seja perfeito! Por que agredir moralmente os homens? Só com estas informações eles já começaram a estudar várias técnicas.
Cidadãos do mundo que também é meu, vamos ser realistas e deixemos de hipocrisia! Não sou a favor do terrorismo, mas o que os americanos estão a fazer no Afeganistão, e no Iraque? Despir um povo dos seus hábitos e costumes, da sua cultura, não é terrorismo?
Desconfio que desconheço o significado desta palavra "terrorismo" ou "terrorista". O orgulho e a mania de querer ser sempre mais, ser o superior, querer ser vencedor, coloca o mundo no estado de insegurança em que se encontra. O problema dos atentados está nas suas causas, a sede de vingança que paira entre os homens tira-lhes a capacidade de enxergar e resolver os reais conflitos, atacam os efeitos em vez das causas.
Álvaro Lusimana (Angola)

Leia mais