Tempestade tropical Earl mata ao menos 40 no México | Notícias sobre a América Latina e as relações bilaterais | DW | 08.08.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

América Latina

Tempestade tropical Earl mata ao menos 40 no México

Deslizamentos de terra e desabamentos de casas causam ao menos 40 mortos nos estados de Puebla, Veracruz e Hildalgo. Nova tempestade ameaça costa mexicana do Pacífico.

Deslizamento no estado de Veracruz

Deslizamento no estado de Veracruz

A tempestade tropical Earl provocou deslizamentos de terra que causaram ao menos 40 mortos no centro e no sudeste do México neste final de semana, segundo balanço das autoridades mexicanas divulgado nesta segunda-feira (08/08).

Ao menos 28 pessoas morreram no estado de Puebla, entre elas 15 menores de idade, devido a deslizamentos de terra que soterraram várias casas, disse o governo daquele estado. As intensas precipitações provocaram desabamentos que sepultaram vários imóveis nos municípios de Huauchinango e Tlaola, numa área de serras e de difícil acesso. Equipes de resgate procuram desaparecidos sob os escombros com ajuda de cães.

Mais dez pessoas morreram em circunstâncias semelhantes no estado de Veracruz, sendo seis no sábado e cinco no domingo. Em Hidalgo foi registrada uma morte.

Mexiko Tote nach Erdrutsch

Ônibus deslizou numa estrada de terra em Huauchinango, município do estado de Puebla

A Earl se dissipou no sábado nas montanhas mexicanas, depois de passar por Belize como furacão e pela península de Yucatán e sul do México como tormenta tropical, mas suas intensas chuvas provocaram estragos em Puebla e Veracruz.

Os danos da tempestade se fazem sentir ao mesmo tempo que uma nova tempestade ameaça a costa do Pacífico do país. A tempestade Javier, que se aproxima do México, deverá trazer chuvas e ventos fortes para o sudoeste do país nos próximos dias, segundo centros de meteorologia dos Estados Unidos.

MD/afp/rtr/lusa/efe

Leia mais