Tango argentino enfrenta ′mariachi′ descompassado | Fique informado sobre tudo o que acontece na Copa do Mundo | DW | 24.06.2006
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Tango argentino enfrenta 'mariachi' descompassado

Favorita ao título, Argentina enfrenta neste sábado o México, que mostrou um futebol feio e sofreu para passar às oitavas-de-final.

default

Argentinos querem manter festa

No duelo deste sábado às 21h (16h (de Brasília) em Leipzig, pelas oitavas-de-final da Copa do Mundo, o México é o azarão. Enquanto os argentinos passaram sem problemas pelo "grupo da morte", os mexicanos – em quarto lugar no ranking da Fifa – quase tropeçaram no Grupo D. Ficaram num empate sem gols com Angola e perderam para Portugal.

Depois de aplicar uma goleada de 6 a 0 sobre a Sérvia e Montenegro, a Argentina desbancou até o Brasil como principal favorita ao título. Campeões em 1978 e 1986, os argentinos entram em campo com os melhores trunfos.

No mata-mata, o técnico José Pekerman vai escalar a mesma equipe que fez sucesso na primeira fase. Messi e Tevez ficam no banco. Burdisso, que se recupera de contusão, deverá ser substituído por Coloccini.

Já o técnico mexicano Ricardo La Volpe acredita que pode eliminar os favoritos e levar sua equipe às quartas-de-final. Os mariachis pretendem acertar o passo e apostam na velocidade. Ex-goleiro da Argentina no elenco campeão em 1978, La Volpe conhece o adversário e sabe que é inútil tentar superar os "hermanos" no toque de bola.

Apesar do favoritismo, Pekerman tenta baixar a bola. "O México sempre dificultou a nossa vida. Não se deve acreditar que será um adversário fácil. Eles sempre estão em condições de marcar gols. E agora é tudo ou nada", diz o técnico argentino, que aposta na experiência de sua equipe.

As duas equipes só se enfrentaram uma vez até hoje em Copas do Mundo: no torneio de 1930, a Argentina venceu por 6 a 3. Ao todo, já fizeram 14 confrontos, com um saldo de cinco vitórias argentinas, duas mexicanas e sete empates.

Em caso de empate hoje, haverá disputa de pênaltis, como na Copa das Confederações 2005, quando a Argentina ganhou por 6 a 5. O vencedor do jogo em Leipzig será o adversário de Alemanha ou Suécia, que travam o primeiro duelo pelas oitavas de final, neste sábado em Munique.

ARGENTINA x MÉXICO

Data: 24/06/2006
Local: Zentralstadion, em Leipzig
Horário: 21h (16h de Brasília)
Árbitro: Massimo Busacca (Suíça)
Assistentes: Matthias Arnet e Francesco Buragina (ambos da Suíça)

Prováveis escalações

Argentina
Abbondazieri, Coloccini, Ayala, Heinze e Sorín; Cambiasso, Mascherano, Maxi Rodriguez e Riquelme; Saviola e Crespo.
Técnico: José Pekerman

México
Sánchez; Salcido, Rafa Márquez e Osório; Mendez, Torrado, Pardo, Zinha e Pineda ; Fonseca e Borgetti.
Técnico: Ricardo La Volpe

  • Data 24.06.2006
  • Autoria (mas / gh)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/8fci
  • Data 24.06.2006
  • Autoria (mas / gh)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/8fci