1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Túnel do Montblanc é reaberto sob protestos

Cerca de três anos depois da catástrofe que custou a vida de 39 pessoas, o túnel alpino sob o Montblanc, maior pico europeu, foi reaberto ao trânsito de automóveis, neste sábado (09).

default

Após a explosão, o policiamento foi reforçado à boca do túnel

Na noite de sexta para sábado, foi registrado um atentado com explosivo num estacionamento localizado à boca do túnel, no lado francês. Não houve feridos e os prejuízos causados foram de pequena monta. Atentados deste tipo ocorreram inúmeras vezes nos últimos anos e são atribuídos a moradores da região, insatisfeitos com o intenso tráfego de caminhões.

A reabertura do túnel foi marcada pelos protestos contra o provável retorno do trânsito pesado, previsto para o final do mês. Não apenas a poluição dele resultante, mas também os riscos de segurança dentro do túnel são os argumentos apresentados pelos adversários dos caminhões. O incêndio de 24 de março de 1999 resultou de um acidente provocado, dentro do túnel, por um caminhão.

Após a catástrofe, o túnel foi inteiramente reformado, com um custo de 300 milhões de euros. Foram construídas três estações de corpo de bombeiros e 37 câmaras de refúgio, à prova de fogo, interligadas através de um túnel de salvamento. A velocidade máxima foi limitada em 70 km/h. Apesar disto, o trânsito pelo túnel de 11,6 quilômetros de extensão continua encerrando um certo risco, uma vez que ele só dispõe de duas pistas, uma em cada direção. Com isto, não se pode excluir inteiramente a possibilidade de novos choques frontais e novos incêndios, afirmam especialistas.