1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Técnico exige vitória contra a Áustria

Völler diz que Seleção tem de melhorar o astral da população. Treinador decide dispensar seu segundo zagueiro titular. Jogadores do Leverkusen devem esquecer frustrações e olhar para a Copa.

default

Baumann (à esq.) foi convocado para substituir Wörns, que operou os meniscos

O treinador Rudi Völler não quer mais bancar o tio bonzinho. Em sua preleção nesta sexta-feira (17), o técnico exigiu dos jogadores uma vitória no amistoso contra a Áustria, neste sábado, em Leverkusen. É o último jogo-teste antes do embarque da Seleção Alemã para o Japão, onde no dia 3 de junho estréia na Copa do Mundo, contra a Arábia Saudita.

Völler não quer mais ouvir falar na concentração sobre os três títulos perdidos pelo Bayer Leverkusen, nem questionamentos sobre se todos estão em condições físicas de jogar a copa. Para acabar com especulações deste tipo, decidiu dispensar o zagueiro Wörns (que operou os meniscos no sábado passado) e convocar Baumann, que apresentou-se ainda nesta sexta-feira ao técnico. O campeão mundial de 1990 disse que não tem tempo sequer para lamentar a perda de seu segundo zagueiro titular (Novotny rompeu os ligamentos do joelho no início do mês).

Aos jogadores do Leverkusen, Völler lembrou que os três vice-campeonatos da temporada já fazem parte do passado e que eles devem levantar a cabeça de olhar para a Copa do Mundo. "Não são apenas os vitoriosos que vão para o mundial", destacou.

Após defender nos últimos dias que os resultados dos jogos preparatórios não têm importância, o ex-atacante de 42 anos acha agora imprescindível ganhar da Áustria. Uma vitória melhorará o ambiente na própria Seleção, além de acalmar os ânimos de alguns comentaristas, que radicalizaram seu pessimismo após a derrota por 1 a 0, terça-feira, para o País de Gales. "Sou profissional o suficiente para saber que, depois do jogo em Cardiff, precisamos de algo para estimular também o clima na população", justificou Völler.

Prováveis escalações

Alemanha: Kahn; Rehmer, Linke, Metzelder e Ziege; Jeremies, Hamann e Kehl; Bierhoff e Klose.

Áustria: Goriupp; Scharner, Baur e Feldhofer; Cerny, Aufhauser, Mählich e Panis; Weissenberger e Herzog; Brunmayr.

Leia mais

Links externos