1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Técnico da seleção não admite jogadores folgados

Na próxima quinta-feira (15/8), Rudi Völler fará a primeira convocação da seleção alemã desde a Copa do Mundo. Sem revelar nomes, deixa claro que não deseja formar um time com craques preguiçosos ou arrogantes.

default

Rudi Völler não quer saber de craques preguiçosos

O técnico da seleção alemã, Rudi Völler, adverte os jogadores que participaram da Copa do Mundo na Coréia do Sul e Japão que o fato de terem contribuído para que a Alemanha conquistasse o vice-campeonato não significa que eles têm lugar assegurado na equipe.

Völler faz um alerta aos convencidos e preguiçosos, frisando que a seleção alemã não pode se acomodar depois do elogiado desempenho no último mundial. "Quem acha que está automaticamente convocado para o Campeonato Europeu, só porque jogou na Copa, está redondamente enganado", disse o técnico, que na quinta-feira (15/8) vai anunciar o nome dos jogadores que irão disputar o amistoso contra a Bulgária no próximo dia 21.

"Para garantir o sucesso, precisamos manter um nível de jogo sempre elevado", destacou Völler que pretende ainda dar seguimento ao rejuvenescimento gradativo do time. Ele revelou que o principal critério para a convocação continua sendo a observação do desempenho em campo, embora admita que aqueles que já atuaram na seleção são sempre lembrados - e observados - primeiro que os demais.

Mudança - Isto não significa, porém, que os craques da seleção sejam sempre os mesmos e que as mudanças só ocorram quando algum deles está impedido de jogar ou resolva encerrar a carreira futebolística. Três craques, aliás, que atuaram na Copa se enquadram nesta última alternativa. Oliver Bierhoff, Marco Bode e Thomas Linke já "penduraram a chuteira" da seleção alemã.

O amistoso de 21 de agosto contra a Bulgária, em Sofia, servirá justamente para testar o novo selecionado alemão antes das partidas eliminatórias para a Eurocopa 2004, em Portugal. Völler acredita que o time alemão estará novamente entre os melhores da Europa.

UEFA - Atualmente a Alemanha ocupa a quarta posição no ranking da UEFA, atrás da líder Espanha, Inglaterra e Itália. "Para mim a lista da UEFA tem grande valor. Nós estamos a um passo de desbancar a Itália", aposta Völler, que não descarta a possibilidade de que sua seleção possa até ser uma ameaça à posição da Inglaterra e da Espanha. Na próxima segunda-feira (19/8), Rudi Völler e a seleção alemã que participou da Copa do Mundo serão recebidos pelo presidente da Alemanha, Johannes Rau, em Berlim. Na ocasião, serão distinguidos com a Folha de Louro em prata, a mais alta condecoração do esporte alemão, pela conquista do vice-campeonato mundial de futebol.