1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Eurocopa

Técnico alemão leva Grécia à vitória inédita na Eurocopa

Defesa grega, organizada pelo técnico Otto Rehhagel, bloqueia time português. Grécia aproveita falhas de Portugal e escreve novos capítulos na história do futebol nacional e da Eurocopa.

default

Não era esta festa que os anfitriões haviam programado

A vitória de 2 a 1 da Grécia sobre Portugal na partida de abertura da Eurocopa, neste sábado, entrou para os anais do campeonato europeu de futebol e do esporte grego. Pela primeira vez na história da competição, o time do país anfitrião perdeu em sua estréia. Também inédita foi a vitória da Grécia. Nunca a seleção do país ganhara um jogo de Eurocopa ou Copa do Mundo, torneios dos quais anteriormente só havia participado uma vez.

Otto Rehhagel erfolgsverwöhnt

Rehhagel: beijos para a torcida grega no Estádio do Dragão

O grande responsável pelo milagre grego chama-se Otto Rehhagel. O técnico alemão desenvolveu uma equipe compacta que terminou as eliminatórias para a Eurocopa à frente da Espanha e chegou a ficar 14 jogos invicta (10 vitórias e quatro empates) até o antepenúltimo amistoso antes de viajar para Portugal. Foi a Holanda (4x0) quem encerrou a bem sucedida seqüência.

Tática ofensiva surpreendeu

Sem nada a perder, a Grécia estreou no Estádio do Dragão, no Porto, seguindo à risca o esquema tático montado por Rehhagel. Bem armada, a defesa não deu espaços para o time português e os atacantes, no início, não se limitaram a contra-atacar. O time ousou ir para frente, pegou Portugal de surpresa e aproveitou as chances dadas pelo adversário. Karagounis abriu o placar aos 6 minutos, após receber de graça a bola do português Ferreira. Também aos 6 do segundo tempo, Basinas ampliou o placar ao cobrar um pênalti.

Depois, os gregos formaram uma barricada em seu próprio campo. Apesar do domínio quase absoluto, a equipe do técnico brasileiro Luís Felipe Scolari não conseguiu superar a disciplina e a garra do time de Rehhagel. Os ataques eram sempre interceptados pela retaguarda grega ou fracassavam na falta de pontaria dos anfitriões. Já nos descontos, Ronaldo reduziu o placar para 2 a 1.

Rehhagel, herói do futebol grego

Enttäuschung bei den portugiesischen Fans

Torcida portuguesa ganhou bom motivo para passar a noite ouvindo fado

Após o apito final do juiz italiano Pierluigi Collina, foram justificados a vaia da torcida e os pulos de alegria de Rehhagel. Antes mesmo do duelo, o técnico alemão qualificara a partida como "a mais importante em 20 anos" para a Grécia. Após a zebra, o treinador disse ser esta vitória histórica para a Grécia "um dos maiores êxitos" de sua carreira.

Ao comentar o fato histórico, Rehhagel afirmou que sua equipe cumpriu à risca a estratégia planejada para a partida. Indagado sobre que instruções dera aos jogadores, o técnico esquivou-se: "Eu tinha todos os planos na cabeça, mas agora já esqueci todos, pois tenho de pensar na próxima partida."

O alemão acrescentou estar consciente de seu papel neste auge do futebol grego. "Quando ando na rua, as pessoas que me reconhecem, acenam ou vem falar comigo. Além disso, já posso até dirigir com meu carro pela linha exclusiva de ônibus", observa.

Até hoje, a Grécia só participara da Eurocopa 1980 e da Copa do Mundo de 1994, sem vencer sequer uma partida. No mundial dos Estados Unidos, nem conseguiu marcar gol.

Espanha vence Rússia

Na segunda partida do Grupo A, a Espanha derrotou a Rússia por 1 a 0, gol de Valeron. Na quarta-feira, os dois líderes, Grécia e Espanha, se enfrentam, enquanto Portugal e Rússia fazem um jogo de vida ou morte.

Leia mais