1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Susto e prejuízos restaram dos temporais no sul do país

O nível dos rios começou a descer, após fortes tempestades que deixaram pelo menos três mortos na Alemanha. O Serviço de Meteorologia, porém, prevê mais chuvas.

default

Veneza foi uma das cidades que mais sofreu com as enchentes

Após as tempestades no sul da Alemanha na sexta-feira (7/6), equipes de socorro e os habitantes das cidades afetadas na Baviera e em Baden-Württemberg continuaram a remover escombros, limpar casas e lojas e bombear a água dos porões, neste sábado (08).

No entanto, foi suspenso o estado de alerta nos distritos de Augsburg, Unterallgäu e Günzburg. O nível das águas dos rios baixou e a situação já não é crítica, mas o serviço de meteorologia advertiu quanto a novas chuvas, o que vale também para a Áustria, Suíça, França e Itália.

Não há informações precisas sobre o montante dos prejuízos, estimado em vários milhões de euros. "Só nos próximos dias poderemos ter uma idéia mais concreta dos prejuízos, mas já podemos dizer que o estrago foi grande", disse Georg Anzenhofer, do distrito de Augusburg. Em Unterallgäu, equipes de salvamento continuam à procura de uma moça de 27 anos. Ela foi arrastada por uma enxurrada de lama, quando tentava salvar seu automóvel da enchente. O carro, nesse meio tempo, foi encontrado na margem de um riacho.

Pelo menos três pessoas morreram em função dos temporais. Dois homens que tentavam salvar seus carros do alagamento foram surpreendidos por uma enxurrada que custou suas vidas, assim como a de uma senhora de 81 anos que faleceu no porão de sua casa.

França e Itália - O sul da França também foi fortemente atingido. "Nunca tivemos tanta chuva como agora", disse o prefeito de Saint-Geoire-en-Valdaine, perto de Grenoble, o lugarejo mais castigado. Os trabalhos de remoção continuam neste fim de semana. No norte da Itália, na Áustria e Suíça, os temporais dos últimos dias destruíram parcialmente a colheita. Em Veneza, na Itália, o nível da água atingiu uma altura recorde de 121 cm acima do nível normal.

Leia mais

Links externos