1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Suprema Corte dos EUA autoriza casamento gay no Alabama

Justiça nega pedido do estado, um dos mais conservadores do país, para adiar início da vigência da lei que permite a união entre homossexuais. Primeiras licenças são emitidas logo após a decisão.

A Suprema Corte dos Estados Unidos decidiu nesta segunda-feira (09/02) não impedir que casamentos gays comecem a ser realizados no Alabama, um dos estados mais conservadores do país.

A Suprema Corte negou assim um pedido do estado do Alabama para adiar o início da vigência da lei que permite o casamento homossexual.

Em janeiro, a juíza federal Callie Granade havia decretado que a proibição do casamento entre pessoas do mesmo sexo no Alabama era inconstitucional, mas havia dado tempo até esta segunda-feira para o estado apelar da decisão.

Na apelação, o procurador alegara que a Suprema Corte deve emitir um parecer oficial sobre a união gay em nível nacional ainda neste ano e que, por isso, faria sentido manter a suspensão da vigência até lá. A Suprema Corte não aceitou a apelação.

O Alabama emitiu as primeiras autorizações logo após a decisão, tornando-se o 37º estado americano a permitir que homossexuais se casem legalmente. Um juiz emitiu uma licença para duas mulheres se casarem logo após o anúncio da decisão da Suprema Corte.

O casamento gay continua proibido em apenas 13 dos 50 estados dos EUA, após várias vitórias judiciais de defensores da união entre pessoas do mesmo sexo nos últimos anos.

LPF/ap/rtr

Leia mais