1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Sumiço de filhotes de canguru intriga a Alemanha

Recentes desaparecimentos de três filhotes e a morte de outros três marsupiais adultos ocorreram perto da fronteira com a Polônia. Diretor de zoológico suspeita de crime organizado.

Um mistério envolvendo sumiços e mortes de cangurus está intrigando a polícia do estado alemão de Brandemburgo. Durante as últimas semanas três filhotes de canguru sumiram no distrito de Märkisch-Oderland, localizado próximo à fronteira alemã com a Polônia.

Dois casos ocorreram no pequeno zoológico Oderbruch em Altreetz. Uma mãe canguru de aproximadamente 10 anos de idade foi encontrada morta no ataque mais recente, ocorrido na última sexta-feira, como noticia nesta quinta (03/03) o diário local Schweriner Volkszeitung (SVZ).

"Provavelmente ela entrou em pânico. Cangurus são animais que facilmente entram em pânico", disse ao SVZ o diretor do zoológico, Peter Wilberg. O animal morto não apresentava ferimentos visíveis. "Como os animais são tímidos, acreditamos que os agressores capturaram os animais com uma rede", afirmou Wilberg.

Um terceiro filhote de canguru sumiu da propriedade de um criadouro particular em Wriezen, menos de 10 quilômetros do zoológico. A proprietária relatou à polícia que dois cangurus adultos foram mortos, um aparentemente espancado e outro com a garganta cortada, segundo relato do jornal local Märkische Zeitung. Em todos os casos, os três filhotes foram tirados da bolsa da mãe.

Crime organizado

Há 20 anos o zoológico de Oderbruch abriga marsupiais nativos da Austrália. Wilberg diz estar horrorizado e busca agora proteger a instalação com câmeras de segurança. Ao SVZ, ele fala em ataques orquestrados por "estruturas mafiosas".

"Não acredito ser coincidência que somente filhotes sumiram. Suspeitamos que por trás [dos sumiços] estejam organizações mafiosas", disse Wilberg. Papagaios já teriam sido roubados do zoológico. E no ano passado já ocorreu um sumiço de um filhote de canguru na instalação.

O diretor do zoológico suspeita que uma organização criminosa esteja por trás dos sumiços de cangurus, que seriam vendidos no mercado negro – seja como animais domesticados ou para restaurantes de comidas exóticas. As fêmeas geralmente são negociadas por cerca de mil euros, segundo Wilberg.

O estado da Renânia do Norte-Vestfália também foi atingido por uma recente onda de roubos de animais em zoológicos – principalmente em Dortmund, onde um leão-marinho foi encontrado morto em outubro.

Entre outros casos, só no ano passado desapareceram 16 macacos-esquilo em Reichshof-Eckenhagen (oito em janeiro e oito em dezembro); três micos-leões-dourados sumiram do zoo de Krefeld; e duas cotias e dois pinguins-de-humboldt foram roubados em Dortmund.

Leia mais