1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Sucesso de Bayern e Dortmund eleva lucro com produtos da Bundesliga

Faturamento com artigos para torcedores foi recorde nesta temporada: 170 milhões de euros. E não se trata apenas de bolas e uniformes, mas também de roupa para bebê, mostarda especial, esmalte para unhas e biquínis.

Com um faturamento total de 2,1 bilhões de euros, a Bundesliga bateu um novo recorde na temporada que se encerrou no final de semana. As vendas de ingressos, isoladamente, renderam 440 milhões aos cofres dos clubes. Mas, quando se trata do time do coração, o torcedor alemão não hesita em abrir a carteira, razão pela qual a venda de produtos com as cores e escudos dos clubes chegou a 170 milhões de euros.

Os clubes da Bundesliga oferecem aos seus torcedores uma grande variedade de produtos, desde um cachecol por 30 euros até um roupão de banho por 120 euros, sempre com as cores do time favorito. A marca mais procurada é a do campeão Bayern de Munique, que faturou sozinho mais de 57 milhões de euros com a venda de produtos para a torcida.

Mas seu adversário na final da Liga dos Campeões, o Borussia Dortmund – campeão da Bundesliga nas duas temporadas anteriores – já aparece em segundo lugar, com 30 milhões de euros. Segundo Carsten Kramer, diretor de marketing do Dortmund, o valor é 10 milhões de euros superior ao do ano anterior.

Os cachecóis com as cores dos clubes são adereços tradicionais dos torcedores na Europa

Os cachecóis com as cores dos clubes são adereços tradicionais dos torcedores na Europa

Torrada com o emblema do Borussia

O Borussia tem mais de mil artigos para comercialização, de roupas de bebê a roupa de cama. Mas o maior sucesso de vendas é mesmo a camisa oficial do time. Mais de 300 mil unidades foram vendidas em toda a Alemanha, pelo preço de 75 euros. Os mais fanáticos compram as duas versões do uniforme: a principal, utilizada nos jogos no próprio estádio, e a para os jogos fora de casa.

O especialista em marketing Jan Wieseke, da Universidade de Bochum, analisa que, pela perspectiva científica, não é surpresa que o público se disponha a gastar grandes somas nesses produtos, "porque se trata de um símbolo de afiliação a um grupo. E isso tem um alto valor para o torcedor".

Os fãs do Borussia Dortmund podem comprar, por exemplo, uma torradeira com as cores da equipe por 30 euros. É um artigo que vende bem e tem um interessante valor agregado: ela imprime o distintivo da equipe no pão.

Existem ainda canecas, porta-ovos e até tigelas para cães. E já que cerveja e salsicha fazem parte do futebol, o Borussia também oferece a "sua" mostarda. "Acredite se quiser, a procura é grande e o gosto agrada muito", explica Kramer.

Fußball Fanartikel Shop BVB Borussia Dortmund

Loja com produtos do Dortmund no estádio do clube

Mulheres e bebês

Os clubes da Bundesliga descobriram também que as mulheres são consumidoras entusiasmadas dos produtos com as marcas dos clubes. O público feminino nos estádios dobrou em poucos anos, chegando a 14 milhões. Por isso é possível encontrar esmalte para unhas do Schalke, na cor azul royal do clube, e um biquíni na cor vermelha do Bayern de Munique. Os números demonstram que os clubes estão certos em apostar nas torcedoras, uma vez que elas são responsáveis por 26% do consumo dos produtos.

Kramer concorda que o interesse pelo futebol não é mais exclusividade dos homens. Mas os números das vendas mostram que há ainda outro tipo de público entre os consumidores: os bebês. Por isso, o Dortmund colocará à venda, na próxima temporada, cavalinhos de balanço nas cores do clube para crianças de até 3 anos. Na verdade não se trata de um cavalo, mas da mascote do time, a abelha Emma.

Wieseke afirma que o sucesso dos produtos dos clubes se explica por atingir diferentes públicos entre os torcedores, desde os mais fanáticos, com bonés e cachecóis em cores chamativas, até a clientela mais discreta, que compra gravatas de seda e abotoaduras com o emblema do seu time favorito. Ao que parece, não há nada que não possa receber o emblema e as cores de um clube de futebol.

Leia mais