Suíça se despede da Euro 2008 com vitória sobre Portugal | Acompanhe a cobertura especial sobre as partidas da Eurocopa | DW | 15.06.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Eurocopa

Suíça se despede da Euro 2008 com vitória sobre Portugal

Classificada por antecipação para as quartas-de-final, seleção portuguesa entra em campo com reservas e é derrotada pela Suíça. Turquia vence a República Tcheca e fica com a segunda vaga do grupo A para a próxima fase.

default

Hakan Yakin, autor dos dois gols da Suíça na sua primeira vitória em Eurocopas

A Suíça, uma das anfitriãs da Eurocopa 2008, despediu-se do torneio com uma vitória neste domingo (15/06). Na última partida sob o comando do técnico Köbi Kühn, a equipe suíça derrotou a seleção de Portugal por 2 a 0. Os dois gols foram marcados por Hakan Yakin. Foi a primeira vitória de uma seleção suíça numa Eurocopa.

Mesmo com a derrota, Portugal avançou para as quartas-de-final da Eurocopa 2008 na condição de líder do grupo A, assegurada já ao final da segunda rodada. O adversário dos portugueses na próxima fase será decidido nesta segunda-feira, quando acontecerão os dois últimos confrontos do grupo B. Alemanha, Áustria e Polônia disputam a vaga.

EURO 2008 Portugal- Schweiz Gruppe A EM Euro08

Hakan Yakin (d) chuta para marcar o primeiro gol da partida

O jogo entre Portugal e o segundo colocado do grupo B será o primeiro das quartas-de-final e acontecerá na próxima quinta-feira, também em Basiléia.

Turquia elimina República Tcheca

No segundo confronto da noite deste domingo, a Turquia derrotou a República Tcheca por 3 a 2 e ficou na segunda posição do grupo A, garantindo a segunda vaga para as quartas-de-final. A Turquia enfrentará a Croácia, primeira colocada do grupo B, na próxima sexta-feira em Viena.

Foi uma partida dramática, na qual os turcos viraram o jogo nos últimos 15 minutos e ainda tiveram o goleiro Volkan expulso durante os descontos.

EURO 2008 Türkei - Tchechien Gruppe A EM Euro08

Nihat Kahveci marca o terceiro e decisivo gol da Turquia

Os gols foram marcados por Jan Koller (34min) e Jaroslav Plasil (17min finais) para a República Tcheca, e Arda (30min finais) e Nihat (42min e 44min do segundo tempo) para a Turquia.

Portugal é derrotado

Mesmo jogando com uma equipe reserva, Portugal teve as melhores chances no primeiro tempo. Aos 18min, Pepe acertou uma bola na trave. Aos 36min, um gol legal marcado por Postiga foi anulado pelo juiz, que assinalou impedimento do atacante português. O árbitro errou também ao não marcar um pênalti claro sofrido por Nani.

O segundo tempo começou com Portugal novamente no ataque. Aos 7min do segundo tempo, Nani entrou livre na área e acertou uma bola na trave. Foi a última boa chance portuguesa. A partir daí, a Suíça se impôs no jogo.

Aos 16min, Tranquillo Barnetta perdeu grande oportunidade para a Suíça, ao concluir passe de Inler. A zaga portuguesa afastou a bola para escanteio.

A Suíça voltou a apresentar perigo ao gol português aos 19min, quando Inler acertou uma bola na trave num chute de longa distância.

O primeiro gol saiu 26min do segundo tempo, quando Yakin recebeu passe de Derdiyok dentro da área e chutou sem chances de defesa para Ricardo.

Aos 38min do segundo tempo, Fernando Meira fez falta em Tranquilo Barnetta dentro da área. O pênalti foi convertido por Yakin.

Suíça 2 x 0 Portugal

Suíça : Zuberbühler – Lichtsteiner (Grichting), Müller, Senderos, Magnin - Behrami, Inler, Fernandes, Vonlanthen (Barnetta) - Derdiyok, Yakin (Cabanas)
Técnico: Köbi Kuhn

Portugal : Ricardo - Miguel, Pepe, Bruno Alves, Paulo Ferreira (Jorge Ribeiro) - Fernando Meira, Miguel Veloso (João Moutinho), Raúl Meireles - Ricardo Quaresma, Nani - Hélder Postiga (Hugo Almeida)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Data : 15/06/2008 (domingo)
Local : Basiléia, na Suíça
Público : 39.730 (lotado)
Árbitro : Konrad Plautz (Áustria)
Gols : Yakin (25min e 38min do segundo tempo)
Cartões amarelos : Yakin, Paulo Ferreira, Jorge Ribeiro, Vonlanthen, Fernando Meira, Barnetta, Miguel, Fernandes
Cartões vermelhos : nenhum

Leia mais