1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Suíça entra como favorita contra o confuso time de Togo

A Suíça busca se aproximar de uma das vagas nas oitavas. Em caso de vitória, o time se juntará à Coréia do Sul na liderança, com quatro pontos. Do lado do Togo, os jogadores desistiram da greve e vão entrar em campo.

default

Jogadores do Togo desistiram da 'greve' e vão jogar contra Suíça

Após segurar um empate sem gols com a França em sua partida de estréia, a Suíça deve agora assumir o papel de favorito em seu segundo jogo pelo grupo G, contra o Togo, nesta segunda-feira (19/06), em Dortmund. A não ser pela contusão de Valon Behrami, na virilha, Köbi Kuhn tem força total para a partida. Ludovic Magnin já voltou aos treinos após se recuperar de uma lesão no tornozelo e já foi liberado pelos médicos.

Sobre a partida contra os franceses, Kuhn ressaltou o que precisa de ajuste. "Meu time jogou com muita vontade, mas há várias coisas que precisam ser arrumadas, especialmente na defesa e na posse de bola".

Fim da "greve"

Antes da preocupação com o futebol, a cabeça dos jogadores de Togo estava mais voltada para a premiação. No entanto, ainda no domingo (18/06) os atletas desistiram da greve, após intermediação da Fifa. O jornal alemão Ruhr Nachrichten publicou que foi decidido que cada jogador receberá um prêmio de 75 mil euros pela particiação na Copa, mais um valor não estipulado por vitória da equipe.

A notícia de que os jogadores se recusavam a pegar o avião que devia levá-los a Dortmund fez com que a Fifa agisse diante da preocupação de que, pela primeira vez na história das Copas, houvesse uma greve na competição.

Em sua primeira partida, os togoleses foram derrotados pela Coréia do Sul por 2 a 1. Só a vitória interessa aos comandados de Otto Pfister. Derrota diante dos suíços significará a eliminação com uma rodada de antecedência na primeira fase da Copa do Mundo.

TOGO x SUÍÇA

Data: 19/06/2006 (Segunda-feira)

Local: Westfalenstadion, em Dortmund (Alemanha)

Horário: 15h (10h de Brasília)

Árbitro: Carlos Amarilla (Paraguai)

Auxiliares: Manuel Bernal (Paraguai) e Mohamed Guezzaz (Marrocos)

Prováveis escalações

Togo

Agassa; Tchangai, Nibombé, Touré Assimiu, Forson; Sènaya, Romao, Mamam, Salifou; Adebayor, Kader

Técnico: Otto Pfister

Suíça

Zuberbühler; Degen, Müller, Senderos, Magnin; Barnetta, Cabanas, Vogel, Wicky; Frei, Streller

Técnico: Köbi Kuhn

Leia mais