1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Suíça elimina Togo e assume liderança do grupo G

Equipe européia derrota africanos por 2 a 0 e torna-se líder do grupo G, à frente da Coréia do Sul, sua próxima adversária.

default

Jogadores suíços comemoram gol de Frei, que abriu o caminho da vitória

O contraste entre as duas seleções que entraram em campo em Dortmund, nesta segunda-feira (19/06) não poderia ser maior – não em termos de qualidade no futebol. Togo, a 'seleção-pastelão' da Copa, que tem se destacado por caos e brigas internas pelo 'bicho', contra a Suíça, símbolo de organização, disciplina e harmonia no Mundial.

Depois de receberam supostos 70 mil euros de gratificação (por jogador) para atuar na Copa, os togoleses começaram a partida mostrando vontade de jogar. Mas quem ditou o ritmo nos primeiro minutos foram os suíços, que aos 13 minutos abriram o placar com um gol de Frei, aproveitando cruzamento de Barnetta.

Na seqüência, a equipe européia recuou, começou a dar espaço para Togo e revelou falhas na defesa, que apresentava furos como um queijo suíço. Os togoleses criaram duas excelentes chances de gol e o árbitro paraguaio Carlos Amarilla lhes negou um pênalti evidente, quando Adebayor, aos 35 minutos, derrubado na área. O resultado justo da primeira etapa teria sido 1 a 1.

No segundo tempo, a Suíça puxou ainda mais o freio de mão, passou administrar o resultado, enquanto Togo pressionava, mas sem chegar de forma convincente às conclusões. Aos 43 minutos, Barnetta recebeu passe na entrada da área, mandou um chute forte rasteiro, que ainda bateu no poste e entrou: 2 a 0.

Com a vitória merecida por 2 a 0, os suíços assumiram a liderança do grupo G, com quatro pontos, por ter melhor saldo de gol do que a Coréia do Sul, sua próxima adversária, na sexta-feira em Hannover.

Neste grupo, a França agora precisa derrotar o Togo e torcer para que Suíça e Coréia do Sul não empatem, para passar às oitavas-de-final. Togo está eliminado. Agora só restam mais duas seleções africanas que ainda têm chances de passar à próxima fase: Gana, no grupo E, e Tunísia, no grupo H.


TOGO 2 x 0 SUÍÇA

Togo

Agassa; Tchangai, Touré, Nibombé, Forson; Agboh (Salifou), Romao, Mamam (Malm), Dossévi (Senaya); Adebayor; Kader

Técnico: Otto Pfister

Suíça

Zuberbühler; Philipp Degen, Müller, Senderos, Magnin; Wicky, Vogel, Barnetta - Cabanas (Streller); Frei (Lustrinelli), 10 Gygax (Yakin)

Técnico: Köbi Kuhn

Data: 19/06/2006 (Segunda-feira)

Local: Westfalenstadion, em Dortmund (Alemanha)

Horário: 15h (10h de Brasília)

Árbitro: Carlos Amarilla (Paraguai)

Auxiliares: Manuel Bernal (Paraguai) e Mohamed Guezzaz (Marrocos)

Cartões amarelos: Salifou, Adebayor e Romao (T); Vogel (S)

Gols: Frei (S), aos 16 minutos do primeiro tempo; Barnetta (S), aos 43 minutos do segundo tempo

Leia mais