1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Stuttgart ameaça Adhemar com suspensão

O clube alemão avisou que o atacante brasileiro não pode abandonar o time para voltar ao São Caetano sem um acordo, pois ele ainda tem contrato vigente no Stuttgart até o final de 2003.

default

Felix Magath, técnico do Stuttgart, não convoca Adhemar por achar que ele está fora de forma

Rolf Rüssmann, diretor do Stuttgart, time da primeira divisão do Campeonato Alemão, ameaçou suspender o atacante Adhemar caso ele realmente resolva retornar ao Brasil por conta própria antes que o São Caetano decida readquirir formalmente o jogador.

"Ele tem um contrato no Stuttgart até o final do ano que vem. Até agora não fechamos nenhum acordo com o São Caetano", esclareceu Rüssmann, um tanto indignado com a atitude do craque, que disse estar de malas prontas para voltar o quanto antes ao seu ex-clube.

Na segunda-feira (15/07), Adhemar anunciou que pedira a rescisão de seu contrato com o Stuttgart para retornar ao São Caetano já na próxima semana. Alegando estar insatisfeito com a direção do clube alemão e especialmente com o atual técnico, Felix Magath, o atacante de 30 anos decidiu que vai voltar a jogar no time paulista, onde acredita ter maiores chances de mostrar seu futebol.

Adhemar, que se destacou nos primeiros jogos em que atuou defendendo a camisa do Stuttgart, marcando sete gols em onze partidas, supôs que o time alemão não faria qualquer objeção à sua saída. Afinal, ultimamente o jogador brasileiro, que na última temporada marcou apenas 2 gols em 28 jogos, não estava sendo sequer convocado para ficar na reserva do time.

Já o Stuttgart, que desembolsou 1,5 milhão de euros pelo passe do jogador, não pensa em abrir mão do atacante sem um acerto financeiro. "Se ele for embora sem um acordo, vai sofrer uma suspensão válida em todo o mundo", garantiu Rüssmann.