1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Stolpe anuncia sua renúncia ao governo de Brandemburgo

O governador do Estado Brandemburgo, o social-democrata Manfred Stolpe, anunciou a sua intenção de renunciar imediatamente ao cargo, em favor do presidente do diretório estadual do SPD, Matthias Platzeck.

default

Stolpe governou durante 12 anos

Entre os governadores estaduais na Alemanha, Manfred Stolpe é o que ocupa o cargo há mais tempo. Ele lidera um gabinete de "grande coalizão" em Brandemburgo – isto é, os dois partidos mais votados no Estado juntaram-se para a formação do governo: o Partido Social Democrático (SPD) e a União Democrática Cristã (CDU).

Seu sucessor Matthias Platzeck e o líder estadual da CDU, Jörg Schönbohm, já anunciaram a continuidade do acordo de coalizão entre os dois partidos.

A situação especial do Estado de Brandemburgo, com a aliança entre o SPD e a CDU, levou recentemente a uma situação de conflito na política federal, quando foi feita a votação da nova lei de imigração na câmara alta do Parlamento, o Bundesrat. Stolpe e Schönbohm votaram de forma divergente, apesar dos regulamentos legais da câmara alta, que prevêem unanimidade nos votos de cada Estado.

A votação provocou enorme tumulto no Bundesrat, fato singular na história da República Federal da Alemanha. Manfred Stolpe e Jörg Schönbohm foram censurados publicamente pelo presidente alemão Johannes Rau.

O governador Manfred Stolpe, que goza de grande prestígio nos meios políticos, não apenas dentro do seu próprio partido, deverá apresentar a sua renúncia à Assembléia Legislativa de Brandemburgo na próxima quarta-feira (26). Segundo ele, a sua decisão não está ligada à polêmica votação no Bundesrat.

A troca de poder em Potsdam já vinha sendo preparada desde dezembro do ano passado. Stolpe quis escolher um momento oportuno para uma "troca de gerações" dentro da liderança política do SPD em Brandemburgo.

Leia mais