1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Stoiber à frente de Schröder nas pesquisas eleitorais

A oposição democrata-cristã e seu candidato a chanceler Edmund Stoiber estão ganhando terreno em relação ao Partido Social Democrático (SPD) do chanceler federal alemão Gerhard Schröder.

default

Mesmo sem a popularidade de Schröder, Edmund Stoiber pode vencer as eleições

A pergunta principal que é feita aos eleitores nas pesquisas mensais da ZDF é a seguinte: "Em que partido votaria, se as eleições parlamentares federais fossem realizadas no próximo domingo?". Desta vez, foi inquirido um grupo representativo de 1191 eleitores, no período de 18 a 21 de fevereiro.

O Partido Social Democrático (SPD) recebeu a preferência de 38% dos eleitores, sendo superado pela União Democrática Cristã (CDU)/ União Social Cristã (CSU) que pode esperar 40% dos votos. O Partido Verde, atual parceiro do SPD na coalizão governamental, obteve a preferência de 5% dos entrevistados – o mínimo necessário para obter representação parlamentar, segundo a legislação eleitoral alemã. O Partido Liberal Democrático (FDP) ficou com 8% das preferências e os neocomunistas do Partido do Socialismo Democrático (PDS), também com 5% e a mesma posição frágil dos Verdes.

Na prática, um resultado eleitoral que refletisse tal prognóstico significaria o fim da atual coalizão governamental, que só poderia continuar no poder com o apoio e a inclusão dos neocomunistas no gabinete. Esta hipótese, contudo, vem sendo rechaçada terminantemente pelo chanceler Gerhard Schröder.

Alianças possíveis

Além de um possível retorno da coalizão entre democrata-cristãos e liberais (como à época de Helmut Kohl), seriam possíveis ainda outros dois tipos de coligação: uma aliança entre social-democratas e liberais (a constelação existente durante os governos de Willy Brandt e de Helmut Schmidt) ou a chamada "grande coalizão" entre democrata-cristãos e social-democratas. A Alemanha Federal já foi governada por uma "grande coalizão", na época do chanceler Kurt Georg Kiesinger (1966-1969).

A enquete também indagou sobre a preferência pessoal dos eleitores pelos políticos de destaque na Alemanha. O mais popular entre eles é o ministro das Relações Exteriores Joschka Fischer (Partido Verde), seguido pelo chanceler Gerhard Schröder (SPD) e pela presidente da CDU, Angela Merkel. Superado também pelo ex-ministro do Interior Wolfgang Schäuble (CDU), o governador bávaro e candidato democrata-cristão a chanceler Edmund Stoiber está em quinto lugar na lista de popularidade dos políticos alemães.