1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

STF autoriza depoimento de Lula na Lava Jato

Supremo Tribunal Federal ressalta que ex-presidente será ouvido como informante e não é investigado na operação. Polícia Federal tem 80 dias para ouvir petista. Ex-ministros também prestarão depoimento.

O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou nesta sexta-feira (02/10) a Polícia Federal (PF) a ouvir o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na condição de informante, sobre o esquema de corrupção na Petrobras, investigado na operação Lava Jato.

O ministro do STF Teori Zavascki ressaltou na decisão que Lula não está sendo investigado na operação. "No caso, as manifestações dessas autoridades são coincidentes no sentido de que as pessoas a serem ouvidas em diligências complementares não ostentam a condição de investigadas, mas, segundo se depreende do requerimento da autoridade policial, na condição de informantes", disse.

A

autorização para interrogar Lula

foi solicitada pela PF em setembro, que alegou que o depoimento do petista seria necessário diante das acusações feitas por delatores contra parlamentares que fizeram parte da base de apoio do seu governo.

Zavascki estabeleceu um prazo de 80 dias para que a PF ouça o ex-presidente. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, também emitiu um parecer favorável ao depoimento de Lula na investigação.

Além de Lula, o STF autorizou, ainda, que a PF ouça os ex-ministros Ideli Salvatti, Gilberto Carvalho, José Dirceu, Francisco Dornelles e Mario Negromonte, assim como os ex-presidentes da Petrobras José Eduardo Dutra e José Sérgio Gabrielli, e o presidente do PT, Rui Falcão.

CN/efe/abr/ots

Leia mais