1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Springer cobra € 1,2 bilhão da Kirch na Justiça

Editora devolveu participação de 11,5% da emissora de TV ProSiebenSat.1 à Kirch, mas não recebeu o dinheiro no prazo previsto.

default

Antenas parabólicas da emissora de TV SAT1, em Berlim

O grupo editorial alemão Springer quer cobrar na Justiça uma dívida de € 767 milhões e uma indenização de € 500 milhões do falido grupo império das comunicações KirchMedia.

A informação foi divulgada pelo jornal alemão Handelsblatt e confirmada, nesta quinta-feira (2), pela porta-voz da Springer, Edda Fels. Em janeiro deste ano, o grupo Springer fez uso da opção de venda de uma participação de 11,5% que mantinha na emissora de TV ProSiebenSat.1, mas a KirchMedia desrespeitou o contrato e não pagou os € 767 milhões devidos no prazo previsto.

Segundo Fels, com a entrada de um processo na Comarca de Munique, a Springer quer garantir o cumprimento do contrato. "Enquanto a KirchMedia não pagar a conta, a participação na TV permanece em nossas mãos", disse.

Ela ressaltou que o lançamento de ações no valor da participação de 40% que a Kirch detém do grupo Springer seria uma opção atraente para a editora e o mercado financeiro.

Ações - A Kirch encarregou o banco Commerzbank de buscar uma opção rentável para essa participação. Uma das propostas em discussão é que as instituições financeiras Commerzbank, Dresdner Bank e Bayerische Landesbank e a herdeira do grupo Springer, Friede Springer, assumam os 40% da editora e, daqui a três anos, os transformem em ações a serem lançadas na Bolsa de Frankfurt.

Com isso, a Kirch obteria os recursos necessários para pagar uma dívida de € 720 milhões ao Deutsche Bank. O empréstimo, avalizado pela participação do grupo de mídia na editora, deverá ser pago no próximo dia 10 de maio.

Leia mais