1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

S&P reduz nota de 31 empresas brasileiras

Agência internacional de classificação de risco retira selo de bom pagador de 24 empresas do Brasil, entre elas, Petrobras e Eletrobras. Standard & Poor's rebaixa também rating de 13 bancos brasileiros.

A agência internacional de classificação de risco Standard & Poor's rebaixou nesta quinta-feira (10/09) a nota de crédito da Petrobras e de outras 30 empresas brasileiras, um dia depois de retirar o selo de bom pagador do Brasil.

Entre as empresas que tiveram a nota de crédito rebaixada, 24 perderam o grau de investimento, e, com ele, o selo de bom pagador. Entre elas estão a Petrobras e a Eletrobras. A petroleira caiu de BBB- para BB, ficando um grau abaixo do atual rating do Brasil. Dessa maneira, a perspectiva da empresa estatal ficou negativa.

Já a nota de crédito da Eletrobras foi rebaixada para BB+, também com perspectiva negativa. O rating da Itaipu Binacional caiu para BB+. A S&P também reduziu a classificação da construtora Odebrecht, do conglomerado Votorantim, da cervejaria Ambev, da petroquímica Braském e da Globo Comunicações e Participações.

Nos últimos meses, após os escândalos de corrupção, a Petrobras enfrenta uma série de problemas de gestão e financeiros. Em comunicado, a Standard & Poor's afirmou que a perspectiva negativa da Petrobras é um reflexo da situação política e econômica do Brasil e acrescentou que a petroleira pode sofrer outro rebaixamento no futuro.

"Vamos continuar avaliando a qualidade de crédito das empresas em uma base contínua perante a enfraquecida qualidade do crédito soberano e as perspectivas macroeconômicas mais fracas", ressaltou a agência de classificação de risco.

A S&P rebaixou também nesta quinta-feira a nota de crédito de 13 bancos brasileiros, sendo que 11 perderam o grau de investimento. Entre eles estão o Banco do Brasil, Itaú, Bradesco e Caixa Econômica Federal.

Um rating é uma nota que as agências de classificação de risco, como Standard & Poor's e Fitch e Moody's, atribuem a países ou empresas de acordo com sua capacidade de pagar uma dívida. Essa nota serve para que investidores saibam o grau de risco dos títulos que estão adquirindo.

CN/dpa/efe/ots

Leia mais