1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Social-democratas surpreendem e vencem eleição na Áustria

O partido de oposição SPÖ, de Alfred Gusenbauer, recebeu 35,7% dos votos e superou o conservador ÖVP, do chanceler Wolfgang Schüssel, por uma vantagem de 1,5 pontos percentuais. Analistas já falam numa grande coalizão.

default

Alfred Gusenbauer, líder do partido de oposição SPÖ

O partido social-democrata SPÖ, de oposição, venceu as eleições parlamentares austríacas, segundo números divulgados pelo Ministério do Interior da Áustria. Os oposicionistas obtiveram 35,7% dos votos, contra 34,2% do partido conservadores ÖVP, do chanceler federal Wolfgang Schüssel. O resultado contraria pesquisas de intenção de voto divulgadas antes da eleição, que mostravam que os conservadores seriam os vencedores.

Segundo os números divulgados, a terceira maior bancada no Conselho Nacional será do partido de direita FPÖ, que alcançou 11,2% dos votos, pouco à frente do Partido Verde, com 10,4% dos votos.

A atual aliada de Schüssel no governo, a BZÖ, do populista de direita Jörg Haider, conseguiu apenas 4,2% dos votos, pouco acima do limite de 4% exigidos pela legislação eleitoral do país. Segundo o Ministério do Interior, os percentuais poderão se alterar levemente, já que cerca de 400 mil votos ainda não foram contados. Analistas de política da Áustria esperam agora a formação de um grande coalizão entre SPÖ e ÖVP.

Bancadas

Com o resultado, a atual coligação ÖVP-BZÖ deixará de ter maioria no Conselho Nacional da Áustria. Em entrevista, Schüssel admitiu a derrota e parabenizou seu adversário, o líder do SPÖ, Alfred Gusenbauer, que deverá ser o novo chanceler numa possível coalizão entre o SPÖ e o ÖVP. Uma coalizão entre ÖVP, FPÖ e BZÖ é tida como improvável por analistas, já que todos demais os partidos se declararam contrários à uma aliança com o FPÖ.

O maior derrotado das eleições é o ÖVP, que perde 13 cadeiras no Conselho Nacional, passando para 66 mandatos. O SPÖ também perdeu uma cadeira, passando de 69 para 68, mas terá a maior bancada. O FPÖ ganhará três cadeiras, passando a 21, e o Partido Verde ficará com 20.

O líder da bancada do ÖVP no Conselho Nacional, Wilhelm Molterer, insinuou que seu partido aceitaria se aliar com os social-democratas. "A responsabilidade está agora com o chefe do SPÖ, Alfred Gusenbauer", disse. Já Gusenbauer disse que manterá conversações tanto com o ÖVP como com o Partido Verde.

Leia mais

  • Data 01.10.2006
  • Autoria (as)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/9C3Q
  • Data 01.10.2006
  • Autoria (as)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/9C3Q