1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Social-democratas e verdes atingem maioria para governar estado mais populoso da Alemanha

Pleito na Renânia do Norte-Vestfália termina com vitória para coalizão entre verdes e social-democratas. A CDU, partido de Merkel, cai na preferência do eleitorado.

A União Democrata Cristã (CDU), partido da premiê Angela Merkel, saiu visivelmente derrotado – com apenas 26,3% dos votos – das eleições estaduais na Renânia do Norte-Vestfália, o estado com maior número de habitantes (quase 18 milhões) do país.

O Partido Social Democrata ficou com 39% dos votos. Os verdes registraram uma pequena perda em relação às eleições realizadas há dois anos, ficando com um percentual de 11,6%. O Partido Liberal Democrático (FDP) conseguiu ultrapassar o limite mínimo dos 5% exigido para ocupar cadeiras na Assembleia Legislativa, contabilizando 8,4% dos votos.

Piratas na Assembleia Legislativa

O Partido dos Piratas chega pela primeira vez à Assembleia do estado, com 7,7% dos votos. Este é o quarto estado onde os piratas têm agora representação em assembleias legislativas. Os outros três são Berlim, o Sarre e Schleswig-Holstein.

Para as cadeiras na Assembleia Legislativa haviam sido registradas 1.805 candidaturas. Eleitos foram 93 social-democratas, 63 democrata-cristãos, 27 verdes, 20 liberais e 18 piratas. Sendo assim, verdes e social-demoratas conseguirão compor uma maioria de 120 dos 221 assentos.

Consequências para o governo Merkel

A Assembleia Legislativa em Düsseldorf, capital do estado, foi dissolvida há apenas dois anos, depois que o governo de minoria formado pelo SPD (Partido Social Democrata) e pelos verdes não conseguiu aprovar o orçamento para o ano de 2012.

Na Renânia do Norte-Vestfália vive mais de um quinto da população alemã, por isso os resultados do pleito no estado são considerados como uma prévia das eleições para o Parlamento, que acontecerão no segundo semestre de 2013. O pleito neste estado poderá surtir efeitos sobre a coalizão de governo em esfera federal, formada por democrata-cristãos e liberais e conduzida pela premiê Angela Merkel.

Imediatamente depois da divulgação dos primeiros resultados das eleições estaduais, o ministro do Meio Ambiente, Norbert Röttgen, anunciou sua renúncia à presidência de seu partido (a CDU) na Renânia do Norte-Vestfália. "A derrota é amarga, é claro, e dói muito. Para todos nós e para mim especialmente", declarou Röttgen.

SV/dpa, afp, dapd, rtr

Leia mais