1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Silêncio em memória das vítimas de ataques em Paris

Três dias após atentados que deixaram 129 mortos, cidades europeias silenciam ao meio-dia por um minuto. Na capital francesa, homenagem é prestada na Praça da República e em frente ao clube Bataclan e a bar atacado.

default

Minuto de silêncio em frente ao bar parisiense Le Carillon

A França e outros países europeus pararam ao meio-dia desta segunda-feira (16/11) em homenagem às vítimas do pior ataque terrorista em solo francês. Durante um minuto de silêncio, foram lembrados os 129 mortos e mais de 350 feridos dos atentados em Paris da última sexta-feira.

Na capital francesa, centenas de pessoas se reuniram na Praça da República, próxima ao local de vários dos ataques, em frente à casa de espetáculos Bataclan – que foi o palco do mais sangrento atentado – e diante do bar Le Carrilon, que também foi atacado. O presidente francês, François Hollande, acompanhou o minuto de silêncio ao lado do primeiro-ministro, Manuel Valls, e de seu gabinete na Universidade de Sorbonne.

Frankreich Schweigeminute nach Terroranschlägen in Paris

Hollande reuniu-se com gabinete na Universidade de Sorbonne

Em Antália, na Turquia, os setes líderes europeus que participam da cúpula do G20 – os primeiros-ministros britânico, David Cameron, espanhol, Mariano Rajoy, e italiano, Matteo Renzi, a chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel, os presidentes do Conselho Europeu, Donald Tusk, e da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e o ministro francês do Exterior, Laurent Fabius – acompanharam o minuto de silêncio em frente à entrada principal do local do evento.

Em Bruxelas, as bandeiras francesas e da União Europeia (UE) foram marcadas com uma fita preta no prédio da Comissão Europeia. No Reino Unido, o Palácio de Westminster tocou o sino para anunciar o início do minuto de silêncio. As bandeiras em repartições do governo britânico foram hasteadas a meio mastro em solidariedade a Paris.

Deutschland Schweigeminute nach Terroranschlägen in Paris

Centenas de pessoas participaram de homenagem em Berlim

O minuto de silêncio também foi visto em diversas cidades europeias. Em Madri, cerca de 300 pessoas se reuniram em frente à prefeitura, e outras cerca de 50, na estação Atocha – que foi palco de um atentado a bomba que matou 191 pessoas, em março de 2004. Em Berlim, moradores e turistas se concentraram em frente à embaixada francesa. A praça Dam foi o local escolhido por centenas para mostrar solidariedade em Amsterdã.

Em Roma, jovens acompanharam o minuto de silêncio de mãos dadas, e a música La Vie en Rose, de Édith Piaf, foi tocada ao final da homenagem. Na Suécia, a homenagem foi prestada em várias cidades. Em Copenhague, os sinos da prefeitura não tocaram ao meio-dia.

CN/afp/ap/lusa

Leia mais