1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Setor químico dá sinais de recuperação

Aumento da produção, contudo, não se refletiu no faturamento das indústrias.

A produção da indústria química alemã aumentou cerca de 3% no primeiro trimestre deste ano, em relação ao último de 2001. Devido à queda de preços ao produtor e à diminuição da demanda, a arrecadação sofreu – no entanto – uma redução de 6%, totalizando 33,2 bilhões de euros. Cerca de 17,4 bilhões de euros foram faturados no exterior, o que rerpesentou uma diminuição de 5%.

De acordo com o relatório divulgado nesta terça-feira (28) pela Federação das Indústrias Químicas Alemãs (VCI), os primeiros sinais de reativação da conjuntura demoraram a chegar e vieram sem o dinamismo esperado. Com isso, a indústria alemã dificilmente conseguirá superar o nível de produção registrado no ano passado. Segundo as previsões, isso só virá a acontecer em 2003.

Além disso, o corte de empregos na indústria química alemã se acelerou desde o início do ano. O setor emprega atualmente 461 mil pessoas, 7 mil menos do que um ano atrás.

Diante dos baixos preços de mercado para os produtos químicos, o faturamento do setor ficará aquém do de 2001. Entre os riscos para a conjuntura, a federação apontou a grave crise política no Oriente Médio e a ameaça de que os preços do petróleo continuem altos.