1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Setor energético cortou 30 mil empregos deste 1998

As empresas do setor energético alemão eliminaram 30 mil empregos, desde a liberalização do mercado, em 1998. Segundo o presidente da federação das centrais elétricas (VDEW), Günter Marquis, nos últimos três anos, o número de empregados do setor caiu de 158 mil para 127 mil. Houve uma queda também dos investimentos, de 5,3 bilhões para 3,7 bilhões de euros.

Marquis vinculou os números à previsão de novos aumentos dos preços de energia elétrica para uso doméstico e industrial. Em média, os custos mensais da eletricidade para uma família com três pessoas teriam sido de 48,20 euros em 1999 e 41 euros em 2000 e 2001. Em 2002, prevê-se que subam para 44,50 euros. No setor industrial, no começo de 2002, os preços da energia ainda estavam 30% abaixo do nível de 1998, embora em 2001 tivessem aumentado 12% em relação a 2000.

Segundo Marquis, o setor energético alemão está "voltando à normalidade, depois de haver trabalhado, em parte, com preços abaixo dos custos de produção". Ele apontou também o aumento do preço do petróleo e a introdução do imposto sobre energia na Alemanha como fatores determinantes da política de preços do setor.