1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Serviços secretos dos EUA e Reino Unido têm acesso a redes alemãs, diz Spiegel

Por meio de um programa chamado "Treasure Map", agências de espionagem dos EUA e Reino Unido acessam as redes de telecomunicações de grandes provedores alemães como Deutsche Telekom e NetCologne.

A revista alemã Der Spiegel afirmou neste sábado (13/09) que os serviços secretos dos EUA e Reino Unido têm acesso a redes de telecomunicações de grandes provedores alemães como da gigante Deutsche Telekom e da companhia regional NetCologne. Outras empresas menores, como Stellar, Cetel e IABG também seriam espionadas.

Até então, acreditava-se que a Agência de Segurança Nacional (NSA) e o serviço de informações britânico GCHQ espionavam as comunicações da Alemanha a partir do exterior. Mas, de acordo com a revista, documentos filtrados pelo ex-técnico da NSA, Edward Snowden, mostram que o serviços secretos também atuam a partir da Alemanha.

O artigo afirma ainda que os analistas americanos e britânicos usam um programa da NSA chamado Treasure Map, que lhes permite visualizar, quase em tempo real, as conexões da rede de roteadores e, também, de computadores, smartphones e tablets. O objetivo do programa é "tornar visível cada aparato em qualquer lugar e a qualquer hora", diz a revista.

A publicação confrontou a Deutsche Telekom e a NetCologne com os documentos obtidos, e as empresas afirmam que não encontraram dispositivos ou tráfego de dados suspeitos.

"O acesso dos serviços secretos estrangeiros à nossa rede seria completamente inaceitável", diz o chefe de segurança da Deutsche Telekom, Thomas Tschersich. "Nós examinaremos todos os indícios de uma possível manipulação. Além disso, alertamos todas as autoridades de segurança alemãs."

FC/dpa/afp

Leia mais