1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Sequestrador de avião é detido no Chipre

Após horas de impasse, termina o sequestro do avião da EgyptAir, que voava de Alexandria ao Cairo e foi forçado a pousar em aeroporto cipriota. Caso não é tratado como terrorismo.

default

Momento em que reféns são libertados: impasse terminou sem que houvesse feridos

Após horas de impasse, terminou nesta terça-feira (29/03) o sequestro do avião da EgyptAir, que voava de Alexandria ao Cairo e foi forçado a pousar no Chipre. O sequestrador se entregou e foi detido pelas autoridades. Todos os passageiros e tripulantes foram liberados sem ferimentos.

A identidade do sequestrador e seus motivos ainda não foram revelados. Mas o caso não está sendo tratado como terrorismo. O homem estaria aparentemente desequilibrado devido a um problema familiar.

Segundo o primeiro-ministro do Egito, Sherif Ismail, o sequestrador tem nacionalidade egípcia e, durante as negociações, pediu para se encontrar com autoridades da União Europeia e solicitou que o voo fosse conduzido para outro aeroporto.

Depois que o avião da companhia EgyptAir aterrissou no aeroporto de Larnaca, o sequestrador libertou quase todas as pessoas a bordo. A exceção foram quatro passageiros e a tripulação, que só deixaram o avião após o sequestrador de entregar.

Cerca de 60 pessoas, incluindo sete tripulantes, estavam a bordo do Airbus 320. O piloto afirmou que o homem estava com o corpo coberto por explosivos, mas a informação não foi confirmada.

A princípio havia sido informado que o sequestrador só exigia que uma carta fosse entregue à sua ex-mulher, uma cipriota que vive perto de Larnaca e que posteriormente foi até o local a pedido da polícia.

No entanto, horas depois, a polícia confirmou que sequestrador exigiu também a libertação de várias mulheres presas no Egito.O diretor-geral do Ministério das Relações Exteriores, Alexandros Zinon, descreveu o homem como uma pessoa "psicologicamente instável" .

Citando fontes da área de segurança, a mídia estatal do Chipre disse que os motivos do sequestrador aparentemente são pessoais e que ele pediu para fazer contato com a ex-mulher, que mora no Chipre.

RPR/afp/rtr

Leia mais