1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

Seleção natural influencia também cor de plumagem entre fêmeas

Pesquisadores demonstraram que a plumagem colorida em aves fêmeas não é apenas um subprotudo das cores dos machos. Ser colorida também têm suas vantagens para elas.

Em muitas espécies de aves, glamour é coisa para os machos. Mas também algumas fêmeas podem exibir plumagem colorida.

Entre elas, as cores estão presentes, sobretudo, em grandes espécies dos trópicos e em aves que formam comunidades para a reprodução, escreveram pesquisadores na revista Nature. "Mas quando a pressão ecológica ou social é menor sobre as fêmeas, elas perdem sua coloração vibrante."

Já se sabe que o colorido entre os machos é uma vantagem importante na concorrência pelas fêmeas. Mas, até agora, a plumagem colorida delas era tida pelos pesquisadores apenas como um efeito colateral das cores dos machos.

Os cientistas liderados por Bart Kempenaers, do Instituto Max Planck (MPI) para Ornitologia, em Seewiesen, e James Dale, da Universidade de Massey, na Nova Zelândia, conduziram uma análise detalhada da coloração de 6.000 espécies de pássaros.

Eles perceberam que não apenas as cores dos machos, mas também as das fêmeas influenciaram na seleção natural — às vezes, até em sentidos opostos. A pressão da seleção sexual sobre os machos faz com que suas cores se tornassem mais intensas.

Porém, não apenas a seleção sexual influencia a evolução da cor da plumagem. Alguns fatores da vida social e da competição por comida ou território desempenham um papel importante, como explicam os pesquisadores.

Geralmente, pássaros grandes não são presa fácil de predadores e, por isso, podem ter cores mais vibrantes. Nos trópicos, por sua vez, a competição por recursos é maior, e os pássaros, mais coloridos.

Para o sexo feminino, espécies com parceiros permanentes são mais coloridas, assim como espécies em que, além dos próprios pais, outros membros adultos do grupo fornecem alimento para os filhotes. "A concorrência entra as fêmeas por uma oportunidade de procriação é maior nesses casos", diz o MPI.

AF/dpa

Leia mais