1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Seleção alemã encerra testes de 2005 com empate na França

Equipe anfitriã do próximo Mundial se estabiliza, mas apenas empata em 0 a 0 com a França. Faltou precisão no ataque alemão para vencer o campeão mundial de 1998.

default

Deisler encara a zaga francesa

A seleção alemã conseguiu arrancar apenas um empate sem gols, no último jogo deste ano, preparatório para a Copa 2006, neste sábado (12/11), em Paris. A equipe comandada pelo técnico Jürgen Klinsmann poderia até ter vencido o amistoso, se tivesse aproveitado as chances que criou no segundo tempo. A Alemanha não vence a França há 18 anos.

O time alemão apresentou-se compacto e, em comparação às partidas anteriores, entrou melhor nas bolas divididas. A zaga formada por Mertesacker e Huth, que vinha sendo criticada, conseguiu se impor contra os atacantes franceses Henry, Trezeguet, Anelka e Cissé. A França sentiu, sobretudo, o desfalque de Zidane e Patrick Vieira.

O jogo

Fussball Deutschand x Frankreich

Klose (e) batalhou muito, mas não marcou gol

No primeiro tempo, nenhuma das duas equipes conseguiu mostrar superioridade, concentrando-se apenas no desarme das jogadas do adversário. Jogando muito recuado, o capitão da Alemanha, Ballack, tentou armar lances de ataque a partir da própria defesa. Com marcação cerrada, os alemães impediram as combinações de passes curtos dos franceses.

Aos 14 min, a Alemanha quase abriu o placar. Deisler arrancou pela direita, Gallas desviou o cruzamento e Podolski pegou o rebote na entrada da área, mandando um chute perigoso à direita da meta de Coupet.

Cinco minutos depois, a França deu o troco. Henry amorteceu a bola no peito e mandou uma bomba, que passou perto do gol de Lehmann. Na seqüência, duas cobranças de falta (Henry, aos 24 min, e Deisler, aos 28 min) ainda levaram algum perigo aos goleiros.

Deutschland x Frankreich

Huth (e) não deu espaço para o atacante Henry, da França

Nos últimos dez minutos da primeira etapa, a Alemanha aumentou a pressão, mas pecou por falta de precisão nas conclusões. A França defendeu-se com entradas duras, como a falta de Gallas em Deisler, que saiu sangrando do gramado. A alguns segundos do intervalo, Henry levou cartão amarelo por falta desleal em Ballack.

O segundo tempo, o jogo foi mais veloz. Sobretudo Schweinsteiger, que entrou no lugar de Deisler, deu novo impulso à equipe alemã. Aos 9 min do 2ºT, ele deixou Ballack na cara do gol, mas o capitão falhou na conclusão. Dois minutos antes, Trezeguet e Anelka quase haviam aberto o placar para a França.

Até os 30 min do 2ºT, a Alemanha dominou em campo, mas não aproveitou suas chances. Daí a França ainda tentou, sem sucesso, presentear os 60 mil torcedores no Stade de France com um gol. No último minuto, Huth quase ainda marcou um gol contra de cabeça, ao tentar afastar um cruzamento francês.

FRANÇA 0 x 0 ALEMANHA

França: Coupet; Sagnol, Thuram, Boumsong, Gallas, Réveillère; Dhorasoo (Diarra), Makelele, Malouda (Rothen); Henry (Anelka), Trezeguet (Cissé)
Técnico: Raymond Domenech

Alemanha: Lehmann - A. Friedrich, Mertesacker, Huth, Jansen - Frings, Deisler (Schweinsteiger), Schneider (Borowski), Ballack - Klose, Podolski (Kuranyi)
Técnico: Jürgen Klinsmann

Data: 12/11/2005
Local: Stade de France, Paris
Público: 60 mil
Árbitro: Steve Bennet (Inglaterra)

Cartões amarelos: Deisler (A), Ballack (A), Friedrich (A), Makelele (F), Henry (F)

Leia mais