1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Seleção alemã, completa, joga pela liderança do grupo

Sem lesionados, mas com três jogadores "pendurados", time do técnico Jürgen Klinsmann disputa última partida desta fase com Equador. Vitória garante aos alemães a liderança do Grupo A.

default

Ataque alemão espera comemorar gols também contra equatorianos

A vitória contra o Equador no terceiro e último jogo da Alemanha na primeira fase deste Mundial, em Berlim, nesta terça-feira (20/06), vale não só a liderança do Grupo A.

Para a Alemanha, seria um novo impulso à euforia coletiva e à nova onda de patriotismo que tomou conta do país após as vitórias contra a Costa Rica e a Polônia. Até os políticos aproveitam-se da onda de otimismo, aprovam aumentos dos impostos e já reivindicam mais "Klinsmanns" para o país.

Deutscher Fan WM 2006 Eröffnungsspiel Deutschland - Costa Rica 09.06.06 München Gruppe A

Mania preto-vermelho-ouro invadiu o país

Carros e bandeiras enfeitam-se com as cores nacionais, num fenômeno há muito não visto no país. "Vestir a camiseta", algo tão natural para os brasileiros, é uma questão complicada para os alemães. Desde as dolorosas experiências com o nazismo, eles evitam manifestar sentimentos patrióticos.

Sem lesões , mas cartões amarelos

A notícia boa da seleção alemã é que todos os 23 jogadores do plantel convocado por Jürgen Klinsmann participaram do último treino em Berlim no final da tarde de segunda-feira. Até mesmo Frings, que havia interrompido os exercícios por causa de uma lesão na panturrilha direita na noite de segunda, já foi liberado pelo departamento médico, da mesma forma como Metzelder e Kahn.

Mike Hanke também está à disposição, após cumprir a suspensão de dois jogos pelo cartão vermelho que levou na Copa das Confederações no ano passado. O problema são os cartões amarelos: se levarem mais um, o capitão Ballack, Metzelder e Odonkor estarão fora das oitavas-de-final. Para Jürgen Klinsmann, será o 30º jogo no comando da seleção alemã.

Preocupação com o clima na equipe

Ballack auf der Ersatzbank Stadion WM 2006 Eröffnungsspiel Deutschland - Costa Rica 09.06.06 München

Capitão Ballack está pendurado

Para que tudo estivesse perfeito para o jogo na capital alemã, a seleção alemã preocupou-se inclusive em dissipar na imprensa um eventual clima de intrigas na equipe. Conflitos entre o capitão e seu treinador foram removidos por uma longa entrevista em que Ballack rasga elogios a Klinsmann.

Também a intranqüilidade provocada pelas "recomendações" de Klose para que seu colega de ataque Podolski se movimente mais em campo parece ter sido removida.

Se vencer, a Alemanha conquista a liderança do Grupo A e jogará no próximo sábado em Munique. Caso fique em segundo, jogará em Stuttgart, no domingo. Os prováveis adversários são a Inglaterra, Suécia e Trinidad e Tobago.

Primeiro confronto entre Equador e Alemanha

Mesmo que a Alemanha nunca tenha enfrentado a equipe sul-americana, as estatísticas dão vantagem para os alemães. Em 15 partidas disputadas contra representantes da América do Sul em fases finais de Copas, os alemães venceram dez.

Como ainda não levou nenhum gol, o Equador está na liderança do grupo, com seis pontos garantidos pelas vitórias sobre Polônia e Costa Rica. A Alemanha, que ganhou por 1 a 0 da Polônia, havia levado dois gols da Costa Rica no jogo de abertura da Copa, que venceu por 4 a 2. No plantel equatoriano, Tenório, Valência e Delgado, lesionados, são dúvidas.

EQUADOR x ALEMANHA

Data : 20/06/2006 (Terça-feira)

Local : Estádio Olímpico de Berlim

Horário : 16h (11h de Brasília)

Árbitro : Valentin Ivanov (Rússia)

Auxiliares : Nikolai Golubev e Ievgeni Volnin (ambos russos)

Prováveis escalações

Equador
Villafuerte – De la Cruz, Guagua, Hurtado, Reasco – Mendez, Edwin Tenorio, Ayovi, Urrutia – Kaviedes – Delgado (Borja)

Técnico : Luis Fernando Suarez

Alemanha

Lehmann − Friedrich, Mertesacker, Metzelder (Huth), Lahm − Schneider, Frings, Ballack, Schweinsteiger (Borowski) − Klose, Podolski (Neuville)

Técnico : Jürgen Klinsmann

Leia mais