1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Sede da ONU em Bonn é marco na história política alemã

Marco da República alemã do pós-guerra, o "Langer Eugen" foi local de trabalho dos parlamentares, na época em que Bonn era a capital do país. Hoje, o edifício abriga mais de 500 funcionários da ONU.

default

Logo da ONU, instalado em cima do Langer Eugen

Em cerimônia nesta terça-feira (11/07), Kofi Annan e Angela Merkel inauguraram oficialmente o campus da ONU, em Bonn. A organização, cujos escritórios estavam localizados em partes diferentes da cidade, transferiu-se para o antigo prédio dos parlamentares, o "Langer Eugen", que passou por reformas e foi modernizado para recebê-la.

Em junho deste ano, cerca de 640 empregados e voluntários mudaram seu endereço para as margens do Rio Reno, logo atrás da Deutsche Welle e ao lado da Post Tower, o edifício dos Correios.

A história do Langer Eugen

Der Lange Eugen in Bonn hinter dem Hauptgebäude der Deutschen Welle ist nun Sitz verschiedener Unterorganisationen der UNO

O Langer Eugen fica localizado atrás do edifício da Deutsche Welle

Em 1966, o arquiteto Egon Eiermann iniciou as obras do novo prédio para escritórios de deputados, em Bonn. Nesta ocasião, Eugen Gerstenmeier fazia seu mandato como presidente do Bundestag. O político era baixinho e o edifício recebeu, ironicamente, o nome de "Eugen Comprido", com seus 30 andares.

A construção se deu sob a condição de que o lugar poderia ser utilizado mais tarde para outros fins, já que Bonn só era capital em caráter provisório. Desde quando o governo se mudou para Berlim, em 1999, várias utilizações, de cunhos nacional e internacional, foram sugeridas.

Em 2003, o governo federal decidiu colocar o prédio à disposição das Nações Unidas, sem que a organização precisasse pagar por isso e por tempo indeterminado.

Centro da ONU

Durante décadas, o antigo prédio dos parlamentares em Bonn foi tido como um dos grandes marcos da República alemã do pós-guerra. O tradicional Langer Eugen tornou-se o ponto central do campus da ONU, 15 anos depois da mudança do centro político para a nova capital e três anos depois da decisão do gabinete federal de colocar o edifício e a área em seu redor à disposição das Nações Unidas.

O projeto tornou possível que as suborganizações e secretarias, antes espalhadas pela cidade, pudessem ser centralizadas fisicamente e ainda disponibilizou espaço para uma possível expansão futura.

A mudança de 11 dos 12 escritórios de Bonn para o Langer Eugen teve início em junho deste ano e já foi concluída. A UNFCCC optou por não mudar de endereço até 2008 – prazo máximo que havia sido estabelecido para o fim dos trabalhos de reforma do prédio. Até lá, a Secretaria da Convenção sobre Mudanças Climáticas e seus 230 funcionários permanecerão instalados em um complexo representativo, no bairro Bad Godesberg.

A história de Bonn enquanto cidade da ONU começa no ano de 1951, mas somente em 1996 o número e a diversidade de secretarias instaladas passou a ser significativo. Além da UNFCCC, também estão instalados na ex-capital o Programa de Voluntariado das Nações Unidas, a Secretaria de Estratégia Internacional pela Redução de Desastres Ambientais e o Centro Internacional de Formação Profissional da Unesco, entre outros.

Reforma milionária

Nos últimos anos, o Langer Eugen passou por reformas e modernizações que custaram, ao todo, 55 milhões de euros. A fachada da década de 60 foi preservada e mesmo no interior do edifício os restauradores optaram pela continuidade.

Langen Eugen in Bonn U.N. Campus, offiziell das Hauptquartier von elf UN.-Organisationen

A fachada foi conservada no trabalho de restauração

Desta forma, até o enorme carpete que cobre o restaurante na cobertura foi reconstituído no mesmo padrão que tinha na época em que o lugar era freqüentado predominantemente por políticos. O trabalho foi feito no Reino Unido, pois o padrão estampado não é mais vendido na Alemanha.

No andar térreo, foi montado um recinto para meditação virado para Meca, com 30 metros quadrados. Num quarto adjunto, os muçulmanos podem lavar seus pés e rostos. "O lugar foi construído para todas as religiões e deve ser usado por todos. A intenção é que os funcionários possam usá-lo para rezar, meditar ou, simplesmente, para ter um momento tranqüilo", diz Hans Mager, do Ministério do Meio Ambiente.

Crítica às grades

Uma porta e uma fileira dupla de grades de aço constituem uma barreira em torno do Langer Eugen. A proteção suscitou críticas por parte da população de Bonn, por ficar no caminho até o Rio Reno, mas torna o prédio um dos mais seguros da cidade. "Isso era muito importante para a ONU", disse Hans Mager, que foi representante dos interesses da organização nas obras.

"As Nações Unidas reforçaram as medidas de segurança desde os atentados de 11 de setembro e de Bagdá. Isso significa que nós precisaremos cercar todo o campus com grades. Também há a exigência de que as futuras ruas na frente do prédio sejam interditadas ao acesso público", comenta Mager.

Leia mais