1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

"Se passarmos pela Argentina, seremos campeões", diz Sammer

Matthias Sammer encerrou sua carreira de jogador de futebol em 1998, depois de ter jogado sete anos pela seleção alemã, levando a equipe à vitória na Euro 96. Hoje é diretor de Esportes da Federação Alemã de Futebol.

default

Para o ex-jogador, apenas Argentina e Espanha são páreo para a Alemanha

Em entrevista à DW-WORLD, o diretor de Esportes da Federação Alemã de Futebol, Matthias Sammer, diz que se sente satisfeito com o desempenho da equipe nacional e com a alegria dos torcedores. Ele é considerado um forte candidato a suceder Jürgen Klinsmann no cargo de técnico da seleção alemã.

DW-World: A equipe alemã despertou um entusiasmo inusitado nos torcedores. Qual sua opinião a respeito disso?

Matthias Sammer: O ambiente é sensacional. O Mundial resultou numa experiência muito positiva e bonita para todos: a seleção joga bem e ganha, o clima está bom e faz calor. As pessoas têm se contagiado com essas circunstâncias favoráveis para fazer das partidas uma verdadeira festa.

Esse entusiasmo não é um pouco exagerado, levando em consideração que as partidas que os alemães jogaram até o momento não foram de todo complicadas?

A Alemanha não tem culpa disso. Nós não podemos fazer nada a esse respeito, esses eram os adversários que deveríamos enfrentar, equipes que chegaram até aqui por algum motivo e que não devem ser desacreditadas só porque as vencemos de forma convincente. A Alemanha tem uma tarefa e a tem cumprido com segurança, o que pode ser comprovado com os três últimos triunfos. A euforia é justificada não só pelo que a seleção nacional vem apresentando, mas também porque as pessoas perceberam que a Copa oferece a oportunidade de mostrar a melhor cara do nosso país: um lado simpático e hospitaleiro, que proporciona aos seus visitantes o clima ideal para participar de uma festa única.

Agora começa a fase mais difícil, com as oitavas-de-final e a Suécia pelo caminho.

Claro que as coisas vão se complicar cada vez mais. A Suécia será um rival difícil, mas a Alemanha é uma equipe melhor e que mostra progresso a cada partida. Por isso, não tenho dúvidas de que ganharemos em Munique.

Quais são as principais virtudes da seleção alemã?

Jürgen Klinsmann conseguiu consolidar um grupo que está em excelente forma física, que corre o tempo todo, que preenche as laterais e parte para o ataque. Até agora, só há duas outras seleções que mostraram essas qualidades: Argentina e Espanha.

E a Argentina será provavelmente rival dos alemães nas quartas de final...

Sim, mas não temos razões para nos preocuparmos. Nessas partidas, oportunidades, de acordo com o que vimos até agora, ficam 50% a 50%. Se ganharmos da Argentina, seremos campeões do mundo, estou certo disso.

Leia mais