1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Schumi presenteia fãs com vitória em Hockenheim

A festa de arromba dos fãs de Michael Schumacher foi coroada com a vitória do piloto da Ferrari no GP da Alemanha, disputado no autódromo de Hockenheim, neste domingo (28/07).

default

Michael Schumacher: sempre novos recordes

Os dois azarados da prova de Hockenheim foram Ralf Schumacher e Rubens Barrichello: ambos tiveram problemas nos boxes, perdendo tempo. Ao caçula Schumacher, a parada imprevista quatro voltas antes do final da corrida custou o segundo lugar. Rubinho foi retido durante muito tempo no boxe, por motivos técnicos. Mas ainda assim, logrou chegar em quarto lugar, à frente do escocês David Coulthard (McLaren-Mercedes) e do alemão Nick Heidfeld (Sauber-Petronas).

Com o resultado de Hockenheim, neste domingo, Michael Schumacher lidera o campeonato de pilotos da Fórmula-1 em 2002 com um total de 106 pontos. A disputa pelo segundo lugar está se tornando um assunto interno da escuderia Williams-BMW, entre Juan Pablo Montoya (agora com 40 pontos) e Ralf Schumacher (36 pontos). Mas Rubens Barrichello também ainda tem chances de tornar-se vice-campeão: está com um total de 35 pontos.

A vitória deste domingo foi o segundo triunfo de "Schumi" no Grande Prêmio da Alemanha. A primeira vez que venceu "em casa" foi em 1995, quando ainda corria pela escuderia Benetton. Se vencer mais uma única prova este ano, Schumacher quebrará outro recorde da Fórmula-1: dez vitórias em uma temporada.

No momento, ele ainda divide com o inglês Nigel Mansell a melhor marca de nove vitórias: no entanto, o recorde estabelecido por Mansell em 1992 já foi igualado por Michael Schumacher em três anos consecutivos – 2000, 2001 e agora, em 2002.

A classificação final do Grande Prêmio da Alemanha

  1. Michael Schumacher (Ferrari)
  2. Juan Montoya (Williams-BMW)
  3. Ralf Schumacher (Williams-BMW)
  4. Rubens Barrichello (Ferrari)
  5. David Coulthard (McLaren-Mercedes)
  6. Nick Heidfeld (Sauber-Petronas)
  7. Felipe Massa (Sauber-Petronas)
  8. Takuma Sato (Jordan-Honda)
  9. Mika Salo (Toyota)

    Abandonaram a prova:

    • Kimi Räikkönen (McLaren-Mercedes)
    • Giancarlo Fisichella (Jordan-Honda)
    • Olivier Panis (BAR-Honda)
    • Jarno Trulli (Renault)
    • Jacques Villeneuve (BAR-Honda)
    • Jenson Button (Renault)
    • Heinz-Harald Frentzen (Arrows-Cosworth)
    • Eddie Irvine (Jaguar-Cosworth)
    • Allan McNish (Toyota)
    • Enrique Bernoldi (Arrows-Cosworth)
    • Pedro de la Rosa (Jaguar-Cosworth)
    • Mark Webber (Minardi-Asiatech)