1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Schumi bate recorde e antecipa conquista do título

Nunca na história da Fórmula-1 um piloto conseguiu garantir o título com tanta antecedência como Michael Schumacher. A seis etapas do fim da temporada, ele se torna pentacampeão, igualando a marca de Juan Manuel Fangio.

default

O emocionado Michael Schumacher após sua vitória no GP da França

Foi uma corrida dos superlativos para Michael Schumacher que, apesar de punido por uma manobra irregular numa parada para reabastecimento, chegou em primeiro lugar no Magny-Cours, garantindo não só o título de campeão desta temporada como também o de pentacampeão da Fórmula-1. Com isso, ele igualou a marca do argentino Juan Manuel Fangio, piloto legendário, único até hoje capaz desta façanha na categoria máxima do automobilismo.

Mais de um recorde — Este não foi, no entanto, o único fator a garantir a inscrição de Schumi nos livros de história como o melhor piloto de todos os tempos. Arrebatando o título na 11ª corrida de um total de 17, ele bateu o recorde do britânico Nigel Mansell que, em 1992, tornou-se campeão na 11ª de 16 corridas.

Além disso, o piloto alemão conseguiu completar o circuito em todas as últimas 17 competições da F-1, batendo o recorde do austríaco Niki Lauda. Em compensação, seu colega de escuderia, Rubens Barrichello, nem sequer conseguir participar do GP da França, com problemas no carro que o impediram de arrancar.

Após uma ultrapassagem a quatro voltas do final da corrida, Schumacher cruzou a linha de chegada antes de Kimi Raikkonen e de David Coulthard, os dois pilotos da McLaren-Mercedes. Juan Pablo Montoya ficou em quarto lugar, seguido do colega na BMW-Wiliams, Ralf Schumacher. Para Schumi, trata-se da sexta vitória na França e da 61ª de sua carreira.

Impossível ultrapassá-lo — Mesmo que Michael Schumacher deixasse de competir nos GPs restantes desta temporada, nenhum piloto conseguiria mais ultrapassá-lo. Com 96 pontos, ele tem uma vantagem de 62 em relação ao segundo colocado, Juan Pablo Montoya (34). Em terceiro lugar, estão Rubens Barrichello e Ralf Schumacher, ambos com 32 pontos.

Com sua vitória, Michael garantiu o título pela terceira vez consecutiva para a Ferrari (2000, 2001 e 2002). Seus dois campeonatos anteriores (em 1994 e 1995), ele ganhou como piloto da Benetton.

Seu empresário Willi Weber já anunciou que Schumi provavelmente prorrogará até 2006 o contrato com a Ferrari, escuderia para a qual corre desde 1996, sendo seu piloto mais antigo.