1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Schumacher treinará a contragosto para GP da Europa

Coincidência de horário impedirá que tetracampeão mundial da F-1 veja primeiro tempo do jogo da Seleção Alemã. Ralf vê irmão como favorito no domingo, principalmente depois das mudanças no traçado em Nürburgring.

default

O piloto alemão diz que acompanhará o jogo pelo rádio da Ferrari

Para poderem assistir aos jogos de das seleções de seus países na Copa do Mundo nesta sexta-feira, os dois pilotos da Ferrari acertaram a transferência de sua costumeira reunião com a equipe. Assim, o brasileiro Rubens Barrichello acordará cedo e torcerá pelo time de Felipão já às 8h30 (horário alemão), sem pressa para seus compromissos profissionais para o Grande Prêmio da Europa, no autódromo Nürburgring, na Alemanha.

Michael Schumacher não teve a mesma sorte, apesar do adiamento da reunião. Transferir o horário dos treinos livres ele não pode e teve de se conformar com a possibilidade de só torcer pela equipe de Rudi Völler a partir do segundo tempo. Isto porque a primeira bateria de treino livre só termina às 14 horas, na Alemanha, 30 minutos após a bola rolar em Ulsan (Coréia do Sul). Após o encerramento do treino, Schumi ainda terá de dar entrevista, de modo que só conseguirá sentar-se à frente de uma tevê para o segundo tempo.

"Para dizer a verdade, claro que gostaria de ver o jogo desde o início. Mas há razões para não o fazê-lo e aproveitar o horário de treino para pilotar. De qualquer forma, estarei torcendo o tempo todo dentro do carro", comentou o tetracampeão mundial, que ainda revelou: "A equipe me manterá informado do andamento do jogo pelo rádio."

Favoritismo em Nürburgring – Fã de futebol, Schumacher evita qualquer palpite sobre o resultado. "Já houve muitas surpresas e inúmeras previsões furaram", justificou o piloto alemão da Ferrari, favorito para vencer, domingo, pela quarta vez em sua carreira em Nürburgring e pela sétima na atual temporada. "Este é um circuito para a Ferrari, principalmente com o novo trecho, ainda mais lento", afirmou o irmão Ralf, um quase absoluto desinteressado pela bola que anda rolando no Extremo Oriente. "Eles jogam amanhã? Vou esperar até a final", reagiu o piloto da Williams-BMW, ao ser perguntado nesta quinta-feira sobre a partida contra os EUA.

Para Ralf, o título de pilotos deste ano já está definido. "A não ser que Michael não complete cinco corridas", ressalvou, sem acreditar muito nesta hipótese. Mesmo assim, sua meta é trabalhar duro para reduzir a desvantagem de 43 pontos em relação ao irmão mais velho, para beneficiar-se de eventuais tropeços do tetracampeão.

Leia mais