1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Schumacher encerra carreira como campeão de recordes

O GP Brasil de 2006 foi a última corrida disputada pelo piloto que detém o maior número de títulos, de vitórias e de pole positions da história da Fórmula 1.

default

Alemão acumula vitórias e recordes como nenhum outro piloto da Fórmula 1

Durante mais de uma década, os domingos com Fórmula 1 foram marcados pela combinação de três sons: ronco de motor na largada, locução de Galvão Bueno durante a corrida e hino nacional alemão quando os pilotos estouravam o champanhe. Michael Schumacher subiu tantas vezes ao pódio que até os fãs brasileiros do automobilismo já decoraram a melodia da Canção dos Alemães.

Mas nos últimos dois anos, talvez pela idade (37 anos), o piloto alemão parecia ter tirado o pé do acelerador, diminuindo o ritmo de vitórias – na última corrida, neste domingo (22/10), no Grande Prêmio do Brasil, ficou apenas com a quarta colocação.

Ainda assim, o resultado foi excelente, já que Schumacher iniciou a corrida no décimo lugar, e reforçou o mito de maior fenômeno da história do automobilismo mundial. Durante sua trajetória, o principal piloto da Ferrari acumulou recordes e títulos.

Schumi, como é carinhosamente chamado por seus fãs, foi sete vezes campeão da Fórmula 1, com cinco títulos consecutivos (de 2000 a 2004). Disputou 250 Grandes Prêmios, venceu 91 deles, subiu 154 vezes ao pódio, ocupou 68 vezes a pole position e acumulou 1369 pontos ao longo das diversas temporadas que disputou.

Detém ainda o recorde de 75 voltas mais rápidas e é o único piloto a completar uma temporada inteira no pódio (em 2002). Um dos poucos recordes que o alemão não quebrou foi o de Grandes Prêmios disputados: esse ficou com o italiano Riccardo Patrese e seus 256 GPs.

Formel 1 Melbourne Michael Schumacher

O parceiro nas vitórias

Em 2004, Michael venceu 13 das 18 provas, sendo sete seguidas, o que já são dois recordes num único campeonato. O ano de 2005 foi considerado o pior de Schumacher desde sua transferência para a Ferrari em 1996. Com um carro muito inferior ao de Fernando Alonso (Renault), o piloto alemão venceu somente a corrida de Indianápolis (EUA), disputada por apenas três equipes. Foi o início do fim da era Schumacher.

Na temporada 2006, voltou a vencer, mas sem o mesmo brilho do "velho Schumi". Ainda assim, com a vitória no GP de Monza (10/09), o piloto alemão diminiu para apenas dois pontos a diferença em relação ao seu rival Fernando Alonso, campeão de 2005. Na corrida seguinte, empatou em pontos e passou Alonso em número de vitórias. Aumentaram assim as chances de que Schumi conseguisse seu oitavo título de campeão mundial, o que acabou não acontecendo.

Começo no kart

Michael Schumacher nasceu em 3 de janeiro de 1969 em Hürth-Hermülheim, nos arredores de Colônia. Começou a carreira aos quatro anos de idade como piloto de kart, tendo sido três vezes campeão alemão e vencedor do título europeu em 1987. Passou pela Fórmula 3, sendo campeão alemão da categoria em 1990. Estreou na Fórmula 1 em 1991, na Bélgica, pela Jordan.

Sua primeira vitória foi em 1992, no mesmo circuito belga de Spa Francorchamps. Em 1994, correndo pela Benetton, Schumacher tornou-se o primeiro campeão alemão de Fórmula 1 e, um ano depois, aos 26 anos, conquistou o bicampeonato. A partir de 1996, passou a correr pela Ferrari e, com ela, venceu as temporadas de 2000 até 2004, sempre com Rubens Barrichello como segundo piloto.

Seu contrato com os italianos se encerrou no final da temporada 2006. O alemão declarou que não quis prorrogar a parceria para não prejudicar a carreira do brasileiro Felipe Massa, seu admirador confesso – a Ferrari já tinha assinado contrato com Kimi Raikkonen para 2007.

Michael Schumacher

Com o empresário Willi Weber e Corinna

Seu patrimônio pessoal está avaliado em 600 milhões de euros. Fortuna que Schumacher desfruta ao lado da esposa, Corinna − com quem se casou em 1995 −, e dos dois filhos (Gina Maria e Mick) em sua mansão em Vufflens-le-Château, à beira do Lago de Genebra, na Suíça.

Esporte dentro e fora das pistas

Michael é o irmão mais velho do também piloto Ralf, que corre pela Toyota. O campeão − que tem diploma de curso técnico de mecânica de automóvel − tem 1m74 de altura e mantém seus 73 quilos com muito esporte. Fora das pistas, suas modalidades preferidas são andar de kart, jogar futebol e tênis, andar de bicicleta, esquiar e fazer escaladas.

Se dependesse de Luca di Montezemolo, presidente da Ferrari, Michael Schumacher poderia bater mais um recorde automobilístico: o de aposentadoria na Fórmula 1. "Ele pode correr para a gente por quanto tempo quiser. Mas quando fizer 82 anos, vai ter de parar", brincou certa vez o executivo.

Der deutsche Formel 1 Ferrari-Fahrer Michael Schumacher ist vorzeitig Weltmeister

Após o anúncio de que Schumacher encerraria a carreira no final desta temporada, Montezemolo garantiu que a Ferrari fará de tudo para continuar contando com a colaboração do "melhor piloto da história".

Títulos mundiais:

  1. Michael Schumacher: 7 vezes (2004–2000, 1995, 1994)
  2. Juan Manuel Fangio: 5 vezes (1957–1954, 1951)
  3. Alain Prost: 4 vezes (1993, 1989, 1986, 1985)

    Vitórias em GPs:

    1. Michael Schumacher: 91 vezes
    2. Alain Prost: 51 vezes
    3. Ayrton Senna: 41 vezes

      Pontos na carreira :

      1. Michael Schumacher: 1369
      2. Alain Prost: 798,5
      3. Ayrton Senna: 614

        Vitórias em uma temporada :

        1. Michael Schumacher: 13 (2004)
        2. Michael Schumacher: 11 (2002)
        3. Nigel Mansell: 9 (1992)

          Pole positions:

          1. Michael Schumacher: 68
          2. Ayrton Senna: 65
          3. Alain Prost: 33

            Participação em GPs:

            1. Ricardo Patrese: 256
            2. Michael Schumacher: 250
            3. Rubens Barrichello: 235

              Pontos na mesma temporada :

              Michael Schumacher – 148 (2004)
              Michael Schumacher – 144 (2002)
              Fernando Alonso – 136 (2006)

              Voltas mais rápidas:

              1. Michael Schumacher – 74
              2. Alain Prost – 41
              3. Nigel Mansell – 30

                Número de vezes em que subiu ao pódio :

                1. Michael Schumacher: 154
                2. Alain Prost: 106
                3. Ayrton Senna: 80

Leia mais